Twitter aceita proposta de Elon Musk para comprar empresa por mais de 41 mil milhões de euros

CNN Portugal , HCL
25 abr, 20:08
As novas medidas não foram bem recebidas por alguns utilizadores. Foto: Tayfun Coskun/Anadolu AgencyGetty Images

As portas estão abertas para o homem mais rico do mundo ser o novo dono do Twitter. O Conselho de Administração já deu a luz verde à proposta e o negócio deve fechar ainda este ano

O conselho de administração do Twitter aceitou uma oferta do multimilionário Elon Musk para comprar a empresa de redes sociais e torná-la privada, anunciou a empresa esta segunda-feira.

“A liberdade de expressão é a base de uma democracia em funcionamento, e o Twitter é a praça da cidade digital onde são debatidos assuntos vitais para o futuro da humanidade”, disse Musk, num comunicado enviado à imprensa que anuncia o acordo por mais de 41 mil milhões de euros. A proposta de Musk traduz-se em cerca de 50 euros por ação.

O acordo acontece depois de o CEO da Tesla e da SpaceX se ter tornado um dos maiores acionistas do Twitter e de lhe ter sido oferecido e recusado um lugar no conselho de administração. Também no espaço de um mês, Musk fez uma primeira oferta - de cerca de 37 mil milhões de euros - para comprar a empresa.

Musk revelou na semana passada que reuniu mais de 46 mil milhões de euros em financiamento para adquirir a empresa, um movimento que forçou o conselho de administração da plataforma  a considerar de forma séria o acordo. A expectativa é que o negócio seja fechado ainda este ano.

Já antes de ter sido anunciado o acordo, o ambiente em Silicon Valley já traduzia a iminente luz verde do conselho de administração. Tanto a CNN, como o The New York Times reportaram que o negócio poderia ser fechado esta segunda-feira. E Musk tão pouco fez para o manter em segredo. Na rede social, disse "espero que até os meus piores críticos permaneçam no Twitter, porque é isso que significa liberdade de expressão".

Por outro lado, a bolsa de Nova Iorque e o índice tecnológico Nasdaq suspenderam a cotação do Twitter em bolsa, estando à espera de "notícias", numa altura em que o título se valorizava à volta dos 5,5%, segundo a agência Efe.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Empresas

Mais Empresas

Patrocinados