Taxa de inflação atinge 8% em maio - é o valor mais alto desde 02/1993

14 jun, 11:23
Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) já começou a reembolsar os contribuintes. (Pexels)

A variação do índice relativo aos produtos energéticos aumentou para 27,3%. É o valor mais elevado desde fevereiro de 1985

A variação homóloga do Índice de Preços no Consumidor (IPC) foi 8,0% em maio de 2022, anunciou o Instituto Nacional de Estatística esta terça-feira. A taxa é superior em 0,8 pontos percentuais (p.p.) à observada no mês anterior e a mais elevada desde fevereiro de 1993.

“A variação homóloga do Índice de Preços no Consumidor (IPC) foi 8,0% em maio de 2022, taxa superior em 0,8 pontos percentuais à observada no mês anterior e a mais elevada desde fevereiro de 1993”, informou o INE, confirmando assim os valores que tinha avançado na estimativa rápida divulgada em 31 de maio.

O índice referente aos produtos alimentares não transformados apresentou uma variação de 11,6%.

De acordo com o organismo, o "indicador de inflação subjacente (índice total excluindo produtos alimentares não transformados e energéticos) também acelerou, registando uma variação de 5,6%".

A variação do índice relativo aos produtos energéticos aumentou para 27,3%. É o valor mais elevado desde fevereiro de 1985.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Economia

Mais Economia

Patrocinados