Sou a Ludmila: o exército ucraniano disparou contra a minha casa, não me queixo disso

Germano Oliveira , em Andriivka, Ucrânia
28 mai, 09:00
Montagem capa storytelling Ludmila

Um homem atado ao frio que ficou com sequelas de saúde. Civis mortos enquanto guiavam. Um pai assassinado ao tentar evitar a violação da filha - morta também. Um homem abatido porque não quis dar um trator, outro por causa de uma bicicleta. Um sniper perturbador que deixou danos psicológicos. Andriivka, uma pequena aldeia a 60 quilómetros de Kiev, esteve sob ocupação russa durante pouco mais de um mês - e estes são os relatos que se contam numa aldeia parcialmente destruída pelo armamento russo mas também pela artilharia ucraniana. Os procuradores que estão a recolher provas de crimes de guerra já lá estiveram

VEJA AQUI O STORYTELLING CNN PORTUGAL

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

País

Mais País

Patrocinados