Site do Ministério da Saúde do Brasil inativo após ciberataque

Agência Lusa , AM
10 dez 2021, 13:16
Internet [Reuters]
Internet [Reuters]

Ataque aconteceu durante a madrugada e foi realizado pelo “Grupo Lapsus”. Por causa do ciberataque, milhões de brasileiros não puderam emitir o certificado digital da vacinação contra a covid-19

PUB

A página do Ministério da Saúde do Brasil e a da aplicação que contém todos os dados da vacinação contra a covid-19 no país estão inativos hoje após um ciberataque que apreendeu milhões de dados e informações.

O ataque ocorreu na madrugada desta sexta-feira e comprometeu o sistema de notificação do Programa Nacional de Imunizações e as características técnicas que impedem a emissão do Certificado Nacional de Vacinação contra a covid-19, entre outros dados, de acordo com um comunicado divulgado pelo Ministério da Saúde.

PUB
Site do Ministério da Saúde do Brasil às 13:00 desta sexta-feira 

O órgão salientou ainda que as investigações já estão a cargo das autoridades competentes e que o departamento técnico trabalha "com a máxima agilidade" para restaurar as plataformas o mais rapidamente possível.

O ataque foi realizado pelo “Grupo Lapsus” que assumiu a responsabilidade pelo crime com uma mensagem que deixou publicada nas páginas e que dizia “contacte-nos se quiser recuperar os dados”, segundo vários meios de comunicação locais.

PUB
PUB
PUB

De acordo com as informações divulgadas pelos ‘media’ brasileiros, os criminosos escreveram uma mensagem temporária na página do ministério e na aplicação “Conecte o SUS” que desapareceu por volta das 07:00 locais (10:00 em Lisboa) na qual indicava que os portais haviam sofrido um “ransomware”, que é um tipo de ‘malware’ que restringe o acesso ao sistema infetado com uma espécie de bloqueio e cobra um resgate em criptomoedas, referindo que "50 TB [terabyte]  de dados foram copiados e excluídos".

Com os danos causados ​​pelo ataque dos piratas informáticos, milhões de brasileiros não puderam emitir o certificado digital da vacinação contra a covid-19, necessário para ter acesso a locais públicos em grande parte do país e também para viajar para o estrangeiro.

Uma newsletter para conversarmos - Decisão 22

Envie-nos as suas questões e sugestões de temas, responderemos pela caixa do correio

Saiba mais

Tecnologia

Mais Tecnologia

Patrocinados