A espada de D. Afonso Henriques está de volta depois de ter sido vandalizada

Agência Lusa , DCT
10 dez 2021, 16:05
Estátua de D. Afonso Henriques, em Guimarães
Estátua de D. Afonso Henriques, em Guimarães

Tinha sido partida em outubro

PUB

A espada original da estátua de D. Afonso Henriques em Guimarães já foi reposta. Tinha sido vandalizada em outubro e agora está de volta, depois de “necessários trabalhos de reparação”, anunciou esta sexta-feira a autarquia.

Em comunicado enviado à Lusa, a Câmara de Guimarães refere que, "atendendo à recorrência de atos de vandalismo", foi feita uma réplica para "caso seja necessário proceder a uma nova substituição temporária".

PUB

No entanto, a autarquia apela à "salvaguarda do património como um dever de todos os cidadãos".

Espada já tinha sido partida anteriormente

A espada de escultura D. Afonso Henriques, da autoria de Soares dos Reis, foi partida em outubro.

Criada por António Soares dos Reis, figura de proa das belas-artes portuguesas na segunda metade do século XIX, a escultura de D. Afonso Henriques foi inaugurada a 20 de outubro de 1887, encontrando-se junto ao Paço dos Duques desde 1940.

Em outubro, o Paço dos Duques de Bragança, tutelado pela Direção Regional de Cultura do Norte, revelou que aquela estátua tinha ficado sem espada após ter sido “alvo de um ato de vandalismo”.

PUB
PUB
PUB

A espada já tinha sido partida a 30 de agosto de 2014 e retirada de novo a 20 de fevereiro de 2020, tendo sido restaurada antes de reaparecer na escultura a 9 de junho de 2020.

Uma newsletter para conversarmos - Decisão 22

Envie-nos as suas questões e sugestões de temas, responderemos pela caixa do correio

Saiba mais

País

Mais País

Patrocinados