Pinho detido, Rendeiro também: “portugueses não têm razão para se queixar da justiça”, diz Marcelo

14 dez 2021, 19:34

PUB

O Presidente da República não quer comentar "casos concretos", nomeadamente as detenções de João Rendeiro e Manuel Pinho, mas deixa elogios à atuação da Justiça.

Digo só que, se a Justiça está a atuar, os portugueses não têm razão para se queixar da falta de atuação da Justiça. Como é que ela atua? Isso não posso considerar como um tema que o Presidente possa opinar sobre ele”, disse Marcelo Rebelo de Sousa esta terça-feira, à margem da apresentação do livro Era uma vez Jorge Sampaio, na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa.

PUB

Quando questionado novamente sobre os dois casos que têm estado na ordem do dia, e embora tenha rejeitado falar concretamente sobre as detenções do antigo governante e do antigo banqueiro, Marcelo Rebelo de Sousa voltou a tecer críticas à opinião negativa que os portugueses têm da justiça.

“Digo apenas que os portugueses têm-se queixado muitas vezes de que a justiça não atua, como é que ela atua, é um poder independente, o Presidente da República não pode comentar as atuações concretas da justiça, apenas ir observando e respeitando as suas atuações ao longo do tempo”, frisou.

PUB
PUB
PUB

João Rendeiro foi detido no sábado na África do Sul, onde se encontrava desde setembro do ano passado. Já Manuel Pinho foi esta terça-feira detido no âmbito do caso da EDP.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

PR Marcelo

Mais PR Marcelo

Patrocinados