Pfizer espera ter vacina específica contra a variante Ómicron "até março"

8 dez 2021, 12:05

Farmacêutica norte-americana garante que três doses da sua vacina "neutralizam" a nova variante, mas decidiu continuar a trabalhar no desenvolvimento de uma vacina específica "caso uma adaptação seja necessária"

PUB

A Pfizer/BioNTech espera ter uma vacina específica contra a variante Ómicron da covid-19 "até março", anunciou a empresa nesta quarta-feira.

A farmacêutica norte-americana garantiu, em comunicado, que três doses da sua vacina "neutralizam" a nova variante, segundo "estudos preliminares", no entanto decidiu continuar a trabalhar no "desenvolvimento de uma vacina específica para a variante Ómicron".

PUB

"Os dados indicam que uma terceira dose aumenta os anticorpos neutralizantes em 25 vezes, quando comparados com duas doses, contra a variante Ómicron", especificou, em comunicado.

Esta nova vacina, sublinha, será uma espécie de plano B, "caso uma adaptação seja necessária para aumentar ainda mais o nível e a duração da proteção".

A criação da nova vacina, esclarece ainda a empresa, não deverá alterar a capacidade de produção para 2022, de quatro mil milhões de doses.

A farmacêutica esclareceu, também, que, apesar de as duas doses da sua vacina perderem "significativamente" eficácia contra a nova variante, "protegem" contra o agravamento da saúde em caso de infeção.

PUB
PUB
PUB

Na terça-feira, foi conhecido um estudo sul-africano, realizado pelo Instituto de Pesquisa de Saúde de África, em Durban, que dá uma primeira ideia de como as vacinas se comportam perante a nova variante da covid-19, tendo os investigadores concluído que a vacina da Pfizer perde eficácia com a Ómicron.

No mesmo dia, a Organização Mundial da Saúde disse que "não há razão para acreditar" que as vacinas não são eficazes contra a nova variante.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Covid-19

Mais Covid-19

Patrocinados