Os melhores jogadores das oito seleções ainda presentes no Euro 2024

5 jul, 06:21
Nuno Mendes no Turquia-Portugal (EPA)

ESPANHA
FABIÁN RUIZ

Números no Euro 2024 2 golos, 2 assistências

Não é um jogador que brilhe muito e seja estrela no seu clube, o PSG, mas tem sido verdadeiramente fundamental para a Espanha neste Euro 2024. A manobra ofensiva da Roja passa quase obrigatoriamente pelos seus pés, que servem de plataforma giratória entre o lado esquerdo de Nico Williams e o lado direito de Lamine Yamal. Há também a destacar os golos; só neste Europeu marcou metade dos que tem pela seleção espanhola desde que se estreou em 2019, incluindo um dos melhores da competição, logo na jornada inaugural frente à Croácia.


ALEMANHA
JAMAL MUSIALA

Números no Euro 2024 3 golos, nenhuma assistência

Toda a equipa alemã tem sido incrivelmente consistente, mas Musiala tem provado estar um nível acima. Muitos dos ataques alemães passam-lhe pelos pés e não é só a qualidade de passe que tem sido incrivelmente forte no jovem jogador alemão; a definição no último terço, particularmente nos remates, tem sido excelente, razão pela qual é um dos melhores marcadores da competição.


PORTUGAL
NUNO MENDES

Números no Euro 2024 Nenhum golo, nenhuma assistência

A escolha para Portugal foi fácil. Nuno Mendes tem sido de longe o mais consistente da seleção, destacando-se principalmente pela forma como ataca naquele lado esquerdo, também povoado por Rafael Leão. A nível defensivo tem também estado bem, embora não tenha sido tão necessário até então. Frente a França, a história vai ser diferente.


FRANÇA
N'GOLO KANTÉ

Números no Euro 2024 Nenhum golo, nenhuma assistência

Vou confessar: não estava à espera de que o médio francês tivesse tão boas performances neste Euro 2024. A sua ida para a Arábia Saudita levou-nos a pensar que o seu nível tivesse baixado imenso, mas não, ainda consegue render e a decisão de jogar no Al-Ittihad está muito mais relacionada com questões financeiras do que propriamente com uma quebra de rendimento. Face ao quão pobre o ataque francês tem estado nesta prova, Kanté tem-se destacado por ter dado equilíbrio a uma França algo apagada até agora.


PAÍSES BAIXOS
CODY GAKPO

Números no Euro 2024 3 golos, 1 assistência

É aquele jogador que nunca enche o olho, mas que cumpre e cria sempre muito perigo. O seu movimento típico a partir da esquerda, o corte para dentro e remate com o pé direito, já lhe valeu três golos neste Euro, contra Polónia, Áustria e Roménia, sendo um dos melhores marcadores. Está a cimentar a sua posição como indispensável na seleção laranja, isto já depois de um excelente Mundial, onde também apontou três golos e que ajudou muito a mudar-se para o Liverpool.


TURQUIA
ARDA GULER

Números no Euro 2024 1 golo, 1 assistência

Há claramente uma Turquia com e sem Arda Guler. Viu-se isso no jogo contra Portugal, em que Vincenzo Montella decidiu inexplicavelmente deixar o jovem do Real Madrid de fora, após um bom jogo frente à Geórgia em que marcou um dos golos do torneio. Guler dá aos turcos algo que não é muito habitual ver nesta equipa, sempre muito mais esforçada do que técnica. Se jogar frente aos Países Baixos, vai certamente ser preponderante no ataque turco.


INGLATERRA
JUDE BELLINGHAM

Números no Euro 2024 2 golos, 1 assistência

Haverá mais alguém que possamos colocar aqui? Não me parece. Inglaterra tem tido um Europeu muito abaixo das expectativas e o prémio pela cabeça de Gareth Southgate está cada vez mais elevado. Entre muitas exibições sombrias, as de Jude Bellingham têm passado mais ou menos pelos pingos da chuva. O seu melhor jogo foi o primeiro, contra a Sérvia, no qual marcou o único golo da partida. Nos jogos seguintes esteve abaixo do que pode render, mas continuou a ser dos melhores. Convém também não esquerce que salvou Inglaterra da eliminação frente à Eslováquia com um magnífico pontapé de bicicleta a 30 segundos do fim.


SUÍÇA
GRANIT XHAKA

Números no Euro 2024 Nenhum golo, nenhuma assistência

Em todas as competições há pelo menos uma equipa inesperada a qual os hipsters dizem que vai chegar longe. Este ano era a Áustria, já eliminada, e a Suíça. A liderar a formação alpina está Granit Xhaka, que parece ter prolongado a forma espetacular apresentada durante a temporada no Bayer Leverkusen para este verão. Até agora tem estado bem em todos os jogos, incluindo no duro teste frente à Alemanha. Contra a Inglaterra o desafio será ainda maior, desde logo pela fase da competição, mas não nos surpreenderíamos se os suíços chegassem à meia-final e mesmo ao jogo decisivo.

Euro 2024

Mais Euro 2024

Patrocinados