O atacante de 18 anos, as armas encontradas, o plano escrito: PJ explica os detalhes do ataque terrorista que travou na Universidade de Lisboa

10 fev, 18:49

Atentado acontecer esta sexta-feira. Leia na íntegra o comunicado da Polícia Judiciária

"A Polícia Judiciária, através da Unidade Nacional Contraterrorismo (UNCT), procedeu, nesta data, à realização de uma operação tendente ao cumprimento de Mandados de Busca domiciliária, no âmbito de inquérito titulado pela Secção de Investigação do Crime Violento do DIAP de Lisboa.

A investigação foi desencadeada por suspeitas de atentado dirigido a estudantes universitários da Universidade de Lisboa. Face à gravidade das suspeitas, foi atribuída a máxima prioridade à investigação, a qual permitiria, no dia hoje, às primeiras horas do dia, interromper a atividade criminosa em curso.

Na sequência das buscas realizadas, seriam apreendidos vastos elementos de prova, que confirmariam as suspeitas iniciais.
Para além de várias armas proibidas, seriam igualmente apreendidos outros artigos suscetíveis de serem usados na prática de crimes violentos, vasta documentação, isto para além um plano escrito com os detalhes da ação criminal a desencadear.

O arguido detido em flagrante delito pela posse das referidas armas encontra-se igualmente indiciado pela prática do crime de terrorismo. O arguido de 18 anos de idade será amanhã presente a primeiro interrogatório judicial de arguido detido para sujeição à medida de coação tida por adequada."

Relacionados

Crime e Justiça

Mais Crime e Justiça

Patrocinados