Morreu o maestro César Batalha, fundador do Coro de Santo Amaro de Oeiras

Agência Lusa , BMA
15 jan, 15:07
Maestro César Batalha (Direitos Reservados)
Maestro César Batalha (Direitos Reservados)

Autor do hino da cidade de Oeiras morreu aos 76 anos. Estava hospitalizado há vários dias no Hospital Egas Moniz

PUB

O maestro César Batalha, fundador do Coro de Santo Amaro de Oeiras, morreu na sexta-feira, aos 76 anos, num hospital de Lisboa, segundo fontes oficiais.

O município de Oeiras publicou, na sua página na internet, uma nota de “pesar pela morte” do autor do hino da cidade, cujo auditório municipal tem o nome do maestro.

PUB

Segundo a nota de pesar do Coro de Santo Amaro de Oeiras enviada à agência Lusa, César Batalha estava hospitalizado há dias no Hospital Egas Moniz, em Lisboa, onde morreu na sexta-feira, pelas 22:00.

O coro diz estar “em luto” e recorda as “centenas” de “amigos, conhecidos e alunos que, ao longo da vida (…) admiraram e estimaram” o maestro, de quem guardam “uma marca de bondade, dedicação e amor”.

 

César Batalha - autor de obras conhecidas do grande público e cantadas por várias gerações, como “Eu vi um sapo” ou “A todos um bom Natal” – fundou o Coro de Santo Amaro de Oeiras em 1960, com apenas 15 anos, tendo aí dirigido “mais de 1.200 pessoas”, segundo a mesma nota.

Maestro, compositor, organista e professor, César Batalha recebeu vários prémios nacionais e internacionais ao longo da sua carreira, como o Melhor Coro do Ano (1980) e a Medalha de Mérito Artístico da Câmara Municipal de Oeiras (1981).

PUB
PUB
PUB

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Patrocinados