Maria Inácia Rezola é a nova comissária das comemorações do 25 de Abril

21 abr, 11:41
Maria Inácia Rezola

A investigadora e professora de 55 anos substitui Pedro Adão e Silva, que entretanto tomou posse como ministro da Cultura

Maria Inácia Rezola vai presidir às comemorações dos 50 anos do 25 de Abril, anuncia o Governo esta quinta-feira, em comunicado.

A investigadora do Instituto de História Contemporânea da Nova e professora da Escola Superior de Comunicação Social substitui Pedro Adão e Silva, que assumiu a pasta do Ministério da Cultura no novo Governo.

A Estrutura de Missão que promove e organiza as comemorações do quinquagésimo aniversário da Revolução do 25 de Abril de 1974, criada pela Resolução do Conselho de Ministros n.º 70/2021, de 4 de junho, compreende uma Comissão Executiva responsável pela elaboração e concretização do respetivo programa oficial.   

Nascida em Leiria, em 1967, Maria Inácia Rezola y Palacios Clemente é licenciada, mestre e doutorada em História, na especialidade de História Institucional e Política Contemporânea, pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade de Lisboa, com uma tese intitulada “Os Militares na Revolução de Abril. O Conselho da Revolução e a Transição para a Democracia em Portugal” (2004).

A par da estrutura de missão vai funcionar, junto da Presidência da República, uma Comissão Nacional, que terá a responsabilidade de “aprovar o programa oficial das comemorações e os relatórios de atividades”.

O objetivo destas comemorações, de acordo com o Governo, “é perpetuar, regenerar e alargar o vínculo com o regime democrático, celebrando o arco democrático que se iniciou no 25 de abril de 1974 e que se desenvolveu ao longo de 1976 com a aprovação da Constituição, as primeiras eleições legislativas presidenciais e regionais e que culminou com as autárquicas no final desse mesmo ano”.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

País

Mais País

Patrocinados