Mais de 50 mortos após explosão em mina de carvão na Rússia

Responsáveis pela mina foram detidos. Ainda há 35 pessoas desaparecidas

PUB

Pelo menos 52 pessoas morreram na sequência de uma explosão numa mina de carvão na Sibéria esta quinta-feira. De acordo com a agência TASS, pelo menos 285 pessoas estavam dentro do local, quando ocorreu o incidente.

A maior parte dos trabalhadores foi retirado do local, mas as autoridades ainda estão a tentar localizar 35 pessoas. 49 vítimas foram levadas para o hospital, algumas inalaram fumos tóxicos e quatro estão em condição crítica.

PUB

Uma operação de resgate foi lançada na esperança de encontrar sobreviventes, mas acabou em tragédia.

Uma equipa de emergência perdeu o contacto com a superfície e a morte de pelo menos três operacionais foi confirmada pelas autoridades russas.

Ainda não é claro o que terá causado a explosão. Orgãos de comunicação social russos apontam falhas na ventilação como a origem do incidente.

Muito provavelmente, foi uma explosão de metano, desencadeada por uma faísca, que levou à explosão e a uma onda de choque. Feriu pessoas que não conseguiam sair ”, disse o Procurador-Geral adjunto da Rússia, Dmitri Demeshin.

PUB
PUB
PUB

De acordo com a Agência AFP, três responsáveis pela mina, localizada na região de Kemerovo, foram detidos por suspeita de violações de segurança. Entre eles, está o diretor da infraestrutura, um homem de 59 anos.

 

Autoridades preparam operação de resgate na mina em Kemerovo/ AP 

 

 

Vladimir Putin, durante uma conversa em Sochi com o homólogo sérvio Aleksandar Vucic disse que esta tinha sido "uma grande tragédia". 

A mina Listvyazhnaya foi inaugurada em 1956 faz parte do leque de propriedades da empresa SDS-Ugol, com sede na cidade de Kemerovo.

Em 2004, uma explosão de metano fez 13 mortos na mina e outra explosão no local matou cinco pessoas em 1981. Acidentes em minas são notícias comuns na Rússia e em boa parte da antiga da União Soviética, muito por causa de insuficientes padrões de segurança, falta de supervisão e equipamentos desatualizados.

Um dos acidentes mais mortais na Rússia ocorreu na mina Raspadskaya, a maior na Sibéria e no país, no verão de 2010. Este incidente fez 91 vítimas mortais e provocou mais de 100 feridos. 

PUB
PUB
PUB

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.

Mundo

Mais Mundo