Maia recebe exposição a céu aberto

Conteúdo Patrocinado
23 fev, 16:00

“Terra de Sonhos” de Cristina García Rodero revela o olhar da fotógrafa sobre o mundo rural indiano.

Maia recebe a exposição “Terra de Sonhos” um trabalho da fotógrafa espanhola Cristina García Rodero, que ilustra o mundo rural da Índia. É na antiga Praça do Município que podemos observar 40 fotografias expostas neste espaço emblemático e mergulhar no olhar da fotógrafa de Puertollano que pretende dar voz às mulheres das comunidades rurais de Anantapur, no Estado de Andhra Pradesh, uma das zonas mais pobres da Índia, onde vivem as comunidades mais desfavorecidas e vulneráveis do país.

‘Às vezes estamos tão assoberbados com os nossos problemas que nos esquecemos dos outros. E com esta mostra a céu aberto, pretendo sensibilizar para um mundo onde as pessoas, apesar de nascerem com os mesmos direitos, não têm as mesmas possibilidades.’

Cristina García Rodero, Fotógrafa e Comissária da exposição

Licenciada em Belas Artes pela Universidad Complutense de Madrid, Cristina García Rodero foi convidada a documentar as condições de vida das comunidades de Anantapur, na Índia. Foram mais de 30 dias emergidos na realidade e quotidiano destes povos. Esta exposição itinerante mostra o seu olhar sobre mães, camponesas, costureiras, noivas de diferentes religiões, professoras, enfermeiras e estudantes, pessoas que têm uma ação transformadora naquelas comunidades indianas. A fotógrafa visitou hospitais, centros de acolhimento de mulheres vítimas de violência, oficinas, escolas e casas, realizando fotografias que dão voz a pessoas que são, muitas vezes, esquecidas: crianças, pessoas com deficiência e, especialmente, e as mulheres que têm um papel de destaque neste projeto. São imagens que cativam pela sua qualidade de composição e de vivência.

‘Tive o privilégio de ser acompanhada por uma tradutora o que me deu infinitas possibilidades de poder viver o dia a dia destas pessoas, os seus sonhos e ilusões. Afinal, sonhar está ao alcance de todos’.

Cristina García Rodero, Fotógrafa e Comissária da exposição

A exposição “Terra de Sonhos” é organizada pela Fundação ”la Caixa”, em colaboração com o BPI e a Câmara Municipal da Maia, e faz parte do programa “Arte na rua”, através do qual a Fundação ”la Caixa” pretende aproximar a arte às pessoas fora do contexto habitual dos museus e das salas de exposições.

‘A Fundação ”la Caixa” procura que a cultura e a arte estejam ao alcance de todos, pois, são ferramentas essenciais para promover o desenvolvimento dos cidadãos, transformando um espaço público num museu ao ar livre. E esta exposição sensibiliza-nos para os problemas das sociedades mais vulneráveis mundialmente, onde as mulheres são mais descriminadas onde as crianças são mais ignoradas. E onde é preciso mudar a sociedade.’

Artur Santos Silva,, Curador da Fundação ”la Caixa” e presidente honorário do BPI

Cristina García Rodero soube entrar neste mundo, e através das suas captações podemos testemunhar através do contraste das cores o que é o sofrimento e a alegria destas pessoas. Com esta exposição, a nossa sensibilidade é atraída para os problemas da desigualdade, da pobreza, da vulnerabilidade social.

‘Nada há mais bonito do que poder partilhar as realidades por onde a fotografia me leva e sensibilizar para os problemas com maior ou menor expressão que existem no mundo’

Cristina García Rodero,Fotógrafa e Comissária da exposição

A decorrer na Praça Dr. José Vieira de Carvalho, a exposição “Terra de Sonhos” vais estar em exibição na Maia, até ao dia 4 de março de 2022

Sobre:

Programa “Arte na Rua”

O programa "Arte na rua" iniciou-se em Espanha em 2006 e, desde então, tem dado a conhecer ao público artistas de referência da modernidade, como Auguste Rodin ou Henry Moore, assim como artistas contemporâneos, como Manolo Valdés, Igor Mitoraj ou, o fotógrafo brasileiro Sebastião Salgado.

É neste quadro que a Fundação “la Caixa”, em conjunto com o BPI e em colaboração com a Câmara Municipal da Maia, apresenta a exposição "Terra de Sonhos", uma exposição fotográfica sobre a Índia rural captada pela lente da espanhola Cristina García Rodero.

Cristina García Rodero

Cristina García Rodero é uma figura da fotografia mundial, tanto pela sua personalidade, como pelo impacto nacional e internacional do seu trabalho. Nascida em Puertollano (Ciudad Real) em 1949, licenciou-se em Belas Artes pela Universidad Complutense de Madrid. Foi a primeira espanhola a ser admitida na prestigiada agência de fotojornalismo Magnum. De entre a sua vasta obra, destaca-se a “España oculta“, que faz parte da Coleção ”la Caixa” de Arte Contemporânea.

Recebeu inúmeros prémios, incluindo o “World Press Photo” em 1993, o “National Photography Award” em 1996, o “FotoPres la Caixa” em 1997, o “PhotoEspaña” em 2000, o Prémio Godó de Fotojornalismo em 2000, as medalhas de ouro do Mérito em Belas Artes, em 2005 e em Castilla-La Mancha em 2016 e, recentemente, o prémio “PhotoEspaña“, em 2017. É a primeira fotógrafa espanhola a ter um museu próprio, na sua cidade natal.

 

Informações

Local: Praça Dr. José Vieira de Carvalho

Datas: De 11 de fevereiro a 4 de março de 2022.

Organização e produção: exposição organizada pela Fundação ”la Caixa”, em colaboração com o BPI e a Câmara Municipal da Maia.

Fotografias e curadoria: Cristina García Rodero.

Assessor: Josep Giralt.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais