Kim Kardashian e Floyd Mayweather processados por enganarem investidores em alegado esquema de criptomoeda

CNN Portugal , BCE
13 jan, 18:42
Criptomoeda

Socialite norte-americana tem mais de 250 milhões de seguidores no Instagram, rede social onde promoveu a EthereumMax, uma criptomoeda pouco conhecida

A 'socialite' Kim Kardashian e o antigo pugilista Floyd Mayweather estão a ser processados por vários investidores que dizem ter sido enganados num esquema de criptomoedas, que foi promovido nas redes sociais e envolve uma criptomoeda pouco conhecida.

De acordo com o jornal The Guardian, o processo, que deu entrada num tribunal da Califórnia, envolve a criptomoeda EthereumMax e as celebridades Kim Kardashian, Floyd Mayweather e o basquetebolista Paul Pierce por terem procurado ganhar dinheiro com a divulgação de "declarações falsas e enganosas", aliciando investidores que alegam ter perdido dinheiro.

Entre as promoções da respetiva criptomoeda, destaca-se uma publicação no Instagram de Kim Kardashian, que conta com mais de 250 milhões de seguidores. Já em relação a Mayweather, este terá promovido a EthereumMax num combate de boxe com Logan Paul, que ocorreu em 6 de junho do ano passado, e cujos bilhetes poderiam ser pagos com a respetiva criptomoeda. Pierce, por sua vez, terá publicado um tweet no qual afirmava ter ganho dinheiro com aquela criptomoeda.

Segundo o mesmo jornal, o valor dos ‘tokens’ [um bem virtual] da empresa EMAX aumentou 1,370% o seu valor inicial após esta campanha de marketing promovida pelas celebridades, antes de cair para o valor mais baixo de sempre (menos de um centésimo do seu capital inicial, de acordo com o processo).

O processo não revela o número de investidores lesados, indicando apenas que rondam "as centenas".

A EthereumMax rejeitou as acusações de que é alvo através de um comunicado publicado na sua conta no Twitter, no qual argumentou que “a narrativa enganosa associada às recentes acusações está repleta de desinformação sobre o projeto EthereumMax”. “Nós contestamos as acusações e esperamos que a verdade seja revelada”, pode ler-se ainda.

A empresa já tinha explicado à estação televisiva BBC que a publicação na conta do Instagram de Kim Kardashian “tinha como objetivo simplesmente chamar a atenção para o projeto e para a sua utilidade”:

Relacionados

Economia

Mais Economia

Patrocinados