Jerónimo de Sousa regressa na quarta-feira à campanha da CDU

Agência Lusa , JGR
25 jan, 14:19
Jerónimo de Sousa

O líder da CDU regressa à campanha na quarta-feira, depois de uma recuperação de quase duas semanas a uma operação de urgência à carótida interna esquerda

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, retoma na quarta-feira a sua participação na campanha eleitoral da CDU, depois da intervenção cirúrgica a que foi submetido no dia 13, informou esta terça-feira o partido.

“Na sequência da avaliação realizada hoje, terça-feira, ao andamento da recuperação de Jerónimo de Sousa da intervenção cirúrgica a que foi submetido, o secretário-geral do PCP retomará a sua participação na campanha eleitoral amanhã, quarta-feira”, refere uma nota do PCP.

Jerónimo de Sousa regressa à campanha na quarta-feira, depois de uma recuperação de quase duas semanas a uma operação de urgência à carótida interna esquerda, realizada em 13 de janeiro.

Na agenda de quarta-feira da CDU, está, pelas 10:00, o tradicional encontro com a população na Baixa da Banheira, na Moita (distrito de Setúbal), e um comício em Évora, às 18:00, ambos com a participação de Jerónimo de Sousa.

Inicialmente, previa-se que a substituição do secretário-geral do PCP nas ações de campanha fosse feita por João Ferreira, candidato por Lisboa e vereador na Câmara da capital, mas o antigo eurodeputado testou positivo à covid-19 na semana passado e foi substituído desde dia 18 de janeiro pelo líder parlamentar comunista, João Oliveira, que desempenhou essa função até à última segunda-feira.

João Ferreira recuperado

Já recuperado do vírus, João Ferreira retomou esta terça-feira a agenda de campanha nacional e João Oliveira voltou para a campanha em Évora, círculo eleitoral por onde é eleito desde 2005.

Jerónimo de Sousa cumprirá, assim, os três últimos dias de campanha eleitoral para as eleições legislativas antecipadas do próximo domingo.

Segundo o PCP, a cirurgia de urgência de Jerónimo de Sousa à carótida interna esquerda “decorreu com êxito” e foram “concretizados os objetivos cirúrgicos” desta intervenção.

Jerónimo de Sousa, de 74 anos, é o segundo secretário-geral do PCP a fazer uma operação cirúrgica, depois de Álvaro Cunhal ter sido operado a um aneurisma, ainda na antiga União Soviética, em 1989.

Em 1989, Álvaro Cunhal vai à União Soviética, então sob a liderança de Mikhail Gorbatchov, para ser operado a um aneurisma da aorta. Dois anos depois, começa a sucessão, com a escolha de Carlos Carvalhas, primeiro como secretário-geral adjunto e depois como líder.

É o quinto mandato de Jerónimo de Sousa enquanto secretário-geral do partido, o último foi renovado em 2020. É o deputado à Assembleia da República com mais anos 'de casa' e foi também eleito deputado à Assembleia Constituinte, em 1975, um ano depois da filiação no PCP.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Partidos

Mais Partidos

Patrocinados