Fernando de Almeida Santos eleito bastonário da Ordem dos Engenheiros

Agência Lusa , AM
13 fev, 09:59
Fernando de Almeida Santos

Posse está marcada para dia 25 de março

Fernando de Almeida Santos é o novo bastonário da Ordem dos Engenheiros, para o triénio 2022-2025, indicam os resultados das eleições divulgados hoje.

Segundo um comunicado divulgado pela Ordem, Fernando de Almeida Santos, candidato pela lista A, venceu com 54,4% dos votos, tendo o candidato da lista B, Fernando Branco, obtido 45,6% dos votos.

A posse está marcada para dia 25 de março.

De acordo com o comunicado, a acompanhar o novo bastonário, que propõe “valorizar os Engenheiros para valorizar Portugal”, estão Lídia Santiago e Jorge Liça, na qualidade de vice-presidentes nacionais.

Segundo o mesmo comunicado, a Região Norte da Ordem dos Engenheiros elegeu para presidente Bento Aires, candidato pela lista RA. No centro do país foi eleita Isabel Lança (lista RA), enquanto os engenheiros do Sul votaram, maioritariamente, em Luís Machado, candidato da lista RB.

Nos Açores e na Madeira foram eleitos, respetivamente, Teresa Soares Costa (Lista RA) e José Miguel Branco (Lista RA), segundo os resultados apurados nas eleições.

Foram apurados 10.643 votos, dos quais 10.234 por votação eletrónica, 304 por votação presencial e 105 por correspondência.

Ainda de acordo com o documento, o novo bastonário tem como prioridades do mandato a criação de novos Colégios de especialidade de Engenharia, o acompanhamento da revisão da Lei das Associações Públicas Profissionais e o apoio ao Governo na execução do PRR, “considerando a importância da engenharia e dos engenheiros para a sua consecução”.

A votação para escolher o novo bastonário começou a 02 de fevereiro e terminou no sábado. A Ordem dos Engenheiros foi criada em 1936 e detém a responsabilidade de atribuir o título profissional de engenheiro, representando os profissionais desta área que trabalham em Portugal.

Fernando de Almeida Santos foi vice-presidente nacional da Ordem dos Engenheiros entre 2016 e a atualidade, tendo concluído a licenciatura em Engenharia Civil pela Universidade do Minho (UM), em 1991.

Foi técnico superior na construtora Engil (atual Mota Engil), entre 1991 e 2000, e desde então na Tabique, onde foi fundador, administrador e sempre sócio maioritário, a qual emprega atualmente cerca de 80 pessoas, na sua maioria engenheiros.

Carlos Mineiro Aires é até agora o bastonário da Ordem dos Engenheiros, cumprindo o seu segundo mandato.

País

Mais País

Patrocinados