Embaixada da Ucrânia em Lisboa recebeu dois envelopes suspeitos

Agência Lusa
5 dez 2022, 17:07
Bandeira da Ucrânia. (AP Photo/Jae C. Hong)

Já tinha acontecido o mesmo em Espanha. Agora é em Portugal. PSP no local, trânsito cortado EM ATUALIZAÇÃO

A embaixada da Ucrânia em Lisboa recebeu esta segunda-feira à tarde dois envelopes suspeitos, tendo chamado a PSP - que se deslocou ao local com meios da Unidade Especial de Polícia, disse à Lusa fonte policial.

A embaixada da Ucrânia em Lisboa confirmou à Lusa que chamou a Polícia de Segurança Pública depois de ter identificado “correspondência suspeita”.

Segundo a mesma fonte policial, o alerta foi dado cerca das 15:00 e pelas 17:00 estavam no local equipas da Unidade Especial de Polícia, nomeadamente do Centro de Inativação de Engenhos Explosivos e Segurança Subsolo, para despiste dos envelopes suspeitos.

O trânsito na Avenida das Descobertas, onde se encontram várias embaixadas, foi cortado. A PSP garantiu o perímetro de segurança.

Em Espanha houve um ferido

No passado dia 30 de novembro, uma carta armadilhada explodiu na embaixada da Ucrânia em Madrid, Espanha, e causou um ferido ligeiro. O ferido era um funcionário da embaixada que se dirigiu pelo próprio pé ao hospital Nuestra Señora de América, na capital.

O explosivo estava no interior de um envelope que este mesmo funcionário recebeu e que não tinha sido detetado pelos serviços de segurança da embaixada. Dias depois surgiu outra carta, dessa vez com olhos de animais.

Pouco tempo depois soube-se que aquela não era primeira carta suspeita a ser recebida em Espanha e que o chefe de Governo, Pedro Sánchez, tinha também recebido um envelope a 24 de novembro com material pirotécnico que foi detetado a tempo.

Várias embaixadas ucranianas já receberam cartas armadilhadas - ou com partes de animais. São já cerca de 20. Em Espanha, até ao momento, foi confirmado a existência de seis envelopes.

"Terror e intimidação" - e Portugal reforçou segurança

"Temos razões para considerar que o que está a acontecer é uma campanha bem planeada de terror e intimidação", afirmou Oleg Nikolenko, porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia. 

A mesma fonte revelou que várias embaixadas ucranianas pela Europa receberam "pacotes sangrentos" com olhos de animais. Os pacotes vinham ensopados em líquido com cor e cheiro peculiares e foram enviados para as embaixadas na Hungria, na Polónia, na Croácia e em Itália e também para os consulados-gerais ucranianos em Nápoles e em Cracóvia e para o consulado na cidade checa de Brno.

Estas cartas material pirotécnico ou partes de animais levaram vários países a reforçar a segurança das suas embaixadas, mas também a segurança da embaixada da Ucrânia nos seus territórios.

Na passada sexta-feira, o chefe da diplomacia portuguesa disse que o Ministério dos Negócios Estrangeiros deu indicações às embaixadas portuguesas para reforçarem os cuidados na receção de correio.

“Estamos a dar indicações às nossas embaixadas para terem atenção redobrada a encomendas ou correio que recebam”, admitiu João Gomes Cravinho.

EM ATUALIZAÇÃO

País

Mais País

Mais Lidas

Patrocinados