Covid-19: Boris Johnson avança para "plano B" com regresso das máscaras e teletrabalho

8 dez 2021, 18:24
Boris Johnson anuncia novas restrições por causa da variante Omicron
Boris Johnson anuncia novas restrições por causa da variante Omicron

O Governo britânico vai acionar o “plano B” para tentar controlar o avanço da variante Ómicron, que os peritos acreditam que se torne mais frequente em poucas semanas

PUB

Inglaterra deu esta quarta-feira um passo atrás no desconfinamento, reintroduzindo novas medidas de restrição para combater a nova vaga de covid-19.

Entre as medidas anunciadas no "plano B" de Boris Johnson está a recomendação do teletrabalho a partir de segunda-feira e o regresso à obrigatoriedade do uso de máscara em locais públicos (incluindo teatros e cinemas) já esta sexta-feira.

PUB

O chefe do Governo disse numa conferência de imprensa ser "proporcional e responsável passar para o Plano B” perante o avanço da nova variante do vírus SARS-CoV-2, que provoca a covid-19, cujos dados mostram que o número de casos está a duplicar cada dois a três dias.  

A partir da próxima semana, será também obrigatório em Inglaterra o certificado digital para entrar em discotecas e locais com aglomeração de pessoas.

Na conferência de imprensa, o primeiro-ministro britânico admitiu que o verdadeiro número de casos da variante Ómicron no país será "muito maior" do que os que foram confirmados.

Combater a variante Ómicron

PUB
PUB
PUB

O Governo britânico vai acionar o “plano B” para tentar controlar o avanço da variante Ómicron, que os peritos acreditam que se torne mais frequente em poucas semanas.

Ao todo, o total de casos identificados com a nova variante do coronavírus é de 568, contra 32 há uma semana, tendo Johnson confirmado esta semana existirem "indícios de que é mais transmissível” do que a variante Delta. 

"Sabemos que a lógica implacável do crescimento exponencial pode levar a um grande aumento das hospitalizações e, portanto, infelizmente, das mortes. (...) A população britânica consegue ver a importância da informação médica que estamos a dar”, admitiu Johnson.

Peritos alertam para aumento de hospitalizações

Os conselheiros do governo britânico tinham alertado, minutos antes de Boris Johnson anunciar o "plano B", que as hospitalizações causadas pela variante Ómicron podem chegar às duas mil por dia caso não seja tomadas "restrições extra".

Apesar de apontarem para um cenário menos positivo do que o esperado, os peritos não conseguem estimar a escala global de hospitalizações.

PUB
PUB
PUB

De salientar que a variante Delta continua dominante, embora alguns especialistas britânicos tenham alertado para a probabilidade de a variante Ómicron se tornar a mais comum "dentro de poucas semanas". Atualmente, são hospitalizadas nos hospitais de Inglaterra cerca de 680 pessoas por dia infetadas com a variante Delta.

As medidas aplicam-se a Inglaterra, enquanto as regras na Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte, que têm sido mais apertadas, são da responsabilidade dos respetivos governos autónomos.

Uma newsletter para conversarmos - Decisão 22

Envie-nos as suas questões e sugestões de temas, responderemos pela caixa do correio

Saiba mais

Europa

Mais Europa

Patrocinados