António Ramalho vai sair do Novo Banco (oficial)

31 mar, 14:25
António Ramalho

Presidente executivo anunciou esta manhã a decisão de sair do Novo Banco em agosto, depois de apresentar resultados. Cumprirá seis anos à frente do ex-BES

António Ramalho vai sair do Novo Banco. A informação foi inicialmente dada pelo próprio em reunião interna do banco esta manhã e depois comunicada oficialmente. O presidente executivo do banco terá deixado claro que a decisão foi sua e que só saíra em agosto, depois da apresentação de resultados semestrais do banco. 

Perto das 15:00, o Novo Banco confirmou as notícias, emitindo um comunicado oficial: "O CEO do novobanco, António Ramalho, comunicou hoje ao Conselho Geral e de Supervisão (CGS) a sua intenção de deixar as funções executivas que atualmente desempenha em agosto, e apoiar o processo de transição para o seu sucessor."

"António Ramalho acredita ser este o momento certo para anunciar o seu desejo de deixar o cargo que assumiu há cerca de seis anos", acrescenta o banco. "António Ramalho considera ser este o momento para passar a pasta a um novo CEO que lidere o Banco no futuro." 

O gestor tem liderado a reestruturação da instituição que nasceu dos escombros do Banco Espírito Santo, ao mesmo tempo em que foi enfrentando várias polémicas, relacionadas com injeções de capital do Estado no Novo Banco, mas também nas relações com credores do ex-BES, como Luís Filipe Vieira.  

No comunicado de hoje, António Ramalho sublinha o “privilégio que constituiu a possibilidade de liderar uma vasta equipa num processo único e irrepetível, numa conjuntura adversa e em cujo sucesso poucos acreditavam, preservando um banco sistémico, milhares de postos de trabalho e um incontável número de empresas, e dessa forma o normal funcionamento da Economia Portuguesa”.

O Comité de Nomeações do Conselho Geral e de Supervisão (CGS) do banco irá agora desencadear os procedimentos com vista à sucessão de Ramalho. Neste âmbito, e ainda segundo o comunicado, o "novobanco e António Ramalho celebraram um acordo de serviços de consultoria e assessoria, com reporte direto ao presidente do CGS".

António Ramalho, 61 anos, tem uma longa carreira na gestão de empresas e na banca portuguesa, sendo presidente do Novo Banco desde agosto de 2016. Antes, foi presidente da Infraestruturas de Portugal e da Estradas de Portugal, vice-presidente do Millennium BCP, presidente da Unicre, presidente da CP, administrador executivo do Santander Totta e da Mundial Confiança.

Nota: notícia atualizada às 15:00 com informações incluídas no comunicado oficial do Novo Banco.

Empresas

Mais Empresas

Patrocinados