Acabou a exceção portuense: Chega multiplica por sete votação no Porto (e elege um deputado)

30 jan, 23:16
André Ventura em arruada em Vila Real de Santo António (Lusa/Luís Forra)

A contagem de votos ainda não terminou no distrito do Porto, mas já há uma evidência: o partido de André Ventura cresceu muito significativamente no Porto - onde superou inclusivamente a votação que teve em Lisboa em 2019 e que deu a eleição de Ventura para o Parlamento

Em 2019, o Chega elegeu um deputado, André Ventura, em Lisboa, com cerca de 22 mil votos. Este domingo, o partido que até aqui era de um homem só, já garantiu cinco lugares na Assembleia da República - e ainda há 73 lugares por apurar à hora em que este artigo é escrito.

No Porto, onde se dizia que o Chega não tinha expressão, André Ventura contabiliza já mais de 38.301 votos, mais de sete vezes o número de votos que conseguiu em 2019 (5.003).

O deputado eleito pelo Porto pelo Chega é Rui Pedro da Silva Afonso, que se vai juntar a André Ventura no Parlamento, bem como a Jorge Manuel Rodrigues, eleito por Aveiro, Pedro Miguel Pinto (Faro) e Pedro dos Santos Frazão (Santarém). 

Patrocinados