O que acontece quando coloca uma embalagem no ecoponto?

Conteúdo Patrocinado
30 dez 2021, 15:23
Native 4 minuto R
Native 4 minuto R

Sabe o que acontece à garrafa de água quando a coloca no ecoponto amarelo? Ou à revista que comprou de manhã e que, à tarde, já está pronta para reciclar? Conheça a viagem secreta dos materiais colocados no ecoponto, e na nova vida que podem ter após uma jornada pela indústria da reciclagem.

Cada português produz, em média, 1,40 kg de resíduos urbanos por dia, segundo dados da Agência Portuguesa do Ambiente (APA). Se parte deste lixo não tiver como destino a reciclagem, a maioria seguirá para o aterro sanitário.

A reciclagem é, sem dúvida, uma das soluções mais sustentáveis quando já esgotámos as outras, como a redução e reutilização.

Todos já ouvimos dizer, vezes sem conta, que esta política é essencial para o ambiente e para todos nós. Mas, afinal, do que se trata e como se processa?

O que é a reciclagem?

A reciclagem é o processo que permite transformar materiais usados em novos produtos. As vantagens são muitas: redução do consumo de matérias-primas virgens, diminuição da utilização de energia e da poluição do ar e da água, bem como redução da emissão de gases de efeito de estufa.

Assim, os materiais que de outra forma seguiriam para o lixo indiferenciado podem ganhar uma nova vida. Uma embalagem de plástico de sumo pode regressar como uma peça de roupa, a lata de atum pode ajudar a dar vida a uma bicicleta e a revista pode transformar-se numa caixa de cartão.

A história começa em casa

A reciclagem do plástico, alumínio, papel, cartão e vidro tem início com uma ação muito simples, mas muito poderosa: separar os resíduos de embalagem e colocá-los nos respetivos ecopontos. Depois, os serviços municipais fazem a recolha e encaminham as embalagens para os centros de triagem, mantendo sempre as diferentes fileiras separadas (papel/cartão, plástico e metais e também o vidro). Aqui as embalagens são segmentadas por diferentes tipos de materiais para depois seguirem para o reciclador.

É aqui que acontece a magia da transformação.

Plástico: uma ajuda mecânica

A reciclagem mecânica é um dos métodos utilizados para transformar resíduos em matérias-primas para a produção de novos produtos. No caso dos plásticos, a transformação é mecânica e sem alteração da sua estrutura química.

Quando os fardos de plástico chegam à indústria de reciclagem, vindos dos centros de triagem, passam por um novo processo de separação, para depois serem alvo de trituração, lavagem, secagem e extrusão. O granulado obtido através deste processo é encaminhado para a indústria transformadora, para dar origem a inúmeros objetos, como  os sacos de plástico que utilizamos nos supermercados e para colocar o lixo em nossas casas.

Também a esferovite, que deve ser depositada no ecoponto amarelo, segue este percurso. Por exemplo, as empresas fabricantes de blocos moldados em poliestireno expandido ou EPS (mais conhecido como esferovite) recorrem à reciclagem mecânica para realizar o processo de extrusão deste material. Posteriormente, pode ter inúmeras aplicações, desde caixas para eletrodomésticos a componentes automóveis e material de construção civil.

Por isso, lembre-se: continue a separar o plástico e a esferovite em casa e a colocá-los no ecoponto amarelo. Estes resíduos ainda têm muito para dar!

Embalagens de PET: o rei dos plásticos

O plástico PET, utilizado em garrafas de água e refrigerantes, óleo alimentar e embalagens de detergentes, é o mais reciclado e pode passar inúmeras vezes por este processo.

Nas empresas de reciclagem de resíduos de PET, este material passa por várias etapas. Numa primeira fase, removem-se os rótulos e selecionam-se os diversos tipos de resíduos com a ajuda de leitores óticos. Segue-se uma nova triagem manual. Depois, o material é moído em pequenas frações, passando ainda pela lavagem a quente.

Por fim, entra num sistema de separação ótico, no qual são eliminados todos os contaminantes, garantindo a qualidade do produto. O resultado são os flakes de PET, uma matéria-prima pronta a ser usada, por exemplo, no fabrico de novas embalagens ou noutras aplicações. E assim, se fecha o círculo deste material.

Nunca é demais recordar: sempre que consumir uma garrafa de plástico de água ou refrigerantes, coloque-a no ecoponto amarelo.

Vidro: o super-herói 100% reciclável

O vidro das embalagens é 100% reciclável e pode dar a volta completa infinitas vezes. Ainda bem, porque os benefícios da reciclagem deste material estão à vista: por cada tonelada reciclada, poupamos 1,2 toneladas de matéria virgem, e reduzimos em 60% a produção de dióxido de carbono associada ao fabrico do vidro.

Depois de serem colocadas no ecoponto, as embalagens de vidro são recolhidas e depositadas numa plataforma própria para seguirem para as fases de descontaminação e reciclagem.

Na indústria vidreira, a primeira etapa da reciclagem do vidro consiste na separação, manual e magnética, dos contaminantes, como os rótulos ou tampas. Segue-se a trituração e nova fase de triagem, para seguir para o forno de fusão. Quando sai, já está pronto a dar vida a novas embalagens de vidro.

Ao colocar as garrafas de vidro no ecoponto verde está a contribuir para o nascimento de novas embalagens deste material, totalmente sustentáveis.

Papel/cartão: uma viagem circular

Depois da recolha, o papel e o cartão são encaminhados para retomadores que, por sua vez, procedem à separação do material entre embalagens e não embalagens — como é o caso dos jornais e das revistas. O processo decorre nas linhas de triagem, sendo feito de forma automática (balísticos e leitores óticos) e, se necessário, manual.

De seguida, removem-se os componentes que não são papel ou cartão e que podem prejudicar o processo da reciclagem, por exemplo, plásticos ou papéis parafinados ou plastificados. Após esta separação, são produzidos fardos que são encaminhados para fábricas de produção de papel reciclado.

E assim se fecha o ciclo destes materiais. Ainda tem dúvidas de que vale a pena colocar os papéis no ecoponto azul? Está nas mãos de todos nós ajudarmos a dar uma nova vida às embalagens e contribuir para poupar o planeta Terra. Vamos começar?

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Minuto R

Mais Minuto R