Sporting espera casa cheia frente ao Milan

4 dez 2001, 20:31

Mais de metade dos bilhetes já foram vendidos A campanha do Sporting para que os adeptos venham apoiar a equipa no decisivo jogo com o Milan, parece estar a surtir efeito. O clube já vendeu mais de metade dos cerca de 52 mil bilhetes disponíveis.

A campanha do Sporting para que os adeptos venham apoiar a equipa na próxima quinta-feira, no decisivo jogo com o Milan, referente à segunda mão da terceira eliminatória da Taça UEFA, parece estar a surtir efeito. Até ao final da tarde de hoje o clube vendeu mais de metade dos cerca de 52 mil bilhetes disponíveis e, até quinta-feira, espera vender os restantes.  
 
Salema Garção, em representação da SAD do Sporting, veio à sala de imprensa anunciar que o clube espera «uma casa cheia». «Mais do que uma previsão, é uma expectativa e, sobretudo, um desejo», revelou o assessor da SAD que voltou a apelar aos sócios para que venham ao estádio. «A presença dos adeptos é fundamental para a equipa. É extremamente importante que os nossos jogadores sintam que os adeptos estão com eles», acrescentou Salema Garção.   
 
O entusiasmo dos adeptos foi bem visível ao fim da tarde desta terça-feira nas bilheteiras junto ao pavilhão de Alvalade, com filas constantes de cerca de cinquenta pessoas à espera de vez para comprar o respectivo ingresso. «Temos seguido ao movimento das bilheteiras e temos tentado corresponder com a abertura de mais bilheteiras, para que as pessoas não fiquem muito tempo nas filas. Obviamente que estamos muito contentes com o movimento que se tem registado», disse Salema Garção que anunciou que esta quarta-feira as bilheteiras vão abrir uma hora mais cedo, às 8 horas, e fechar uma hora mais tarde, às 20.  
 
A SAD leonina, apesar de reconhecer as dificuldades, acredita que é possível ao Sporting contornar a desvantagem (0-2) que trouxe de Milão. «Reconhcemos a dificuldade de passar a eliminatória, mas acreditamos vivamente que é possível, com a qualidade dos jogadores do Sporting, levar de vencida a eliminatória e, uma vez mais, o Sporting marcar história no futebol europeu», referiu o dirigente. 
 
A finalizar, Salema Garção pediu aos adeptos que «viessem o mais cedo possível» e de preferência «utilizassem os transportes públicos por uma questão de comodidade, funcionalidade e de conforto, para se evitar o trânsito e para que a festa comece ainda mais cedo».  
 
Clique aqui para ver o preços dos bilhetes.

Patrocinados