Quer saber se o seu gato gosta de si? Procure estes sinais

CNN , Por Emily Blackwell
29 out, 09:00
O seu gato pode também demonstrar secretamente a sua afeição pelo modo como olha para si, escreve Emily Blackwell.

Até os donos de gatos mais dedicados se perguntam, a dada altura, talvez ao acordarem com suores frio a meio da noite, se o gato realmente gosta deles. As pessoas que preferem cães gostam de apontar o longo historial destes como melhor amigo da humanidade.

Mas a investigação mostra que a reputação dos gatos como um animal de estimação frio e distante é imerecida.

Devido à sua ascendência evolutiva, os gatos domésticos são, pela sua natureza, mais independentes do que os cães. Os antepassados selvagens dos nossos gatos não viviam em grupos sociais como os caninos. No entanto, durante o processo de domesticação, os gatos desenvolveram a capacidade de formar relações sociais não apenas com outros gatos, mas também com as pessoas.

Embora não confiem nas pessoas para se sentirem seguras como os cães, muitos gatos mostram afeto para com os seus guardiões e parecem valorizar muito o convívio com os seus companheiros humanos. A sua ligação com os seres humanos é, em parte, influenciada pelas suas experiências de tratamento pelas pessoas quando eram gatinhos.

Os gatos comportam-se com os humanos da mesma forma que respondem aos seus amigos felinos, por isso o segredo de se o seu gato se sente ligado a si reside no comportamento dele.

A capacidade de comunicar com outros gatos a longas distâncias e quando já não estão fisicamente presentes era uma vantagem para os seus antepassados selvagens. Os nossos gatos de estimação mantiveram este "super sentido" e dependem fortemente desta forma de comunicação.

Esteja atento ao olfato

Em particular, os gatos servem-se do olfato para identificar membros do seu grupo social ou família, partilhando um perfil de odor de grupo. Os gatos têm glândulas olfativas nos flancos, cabeça e à volta das orelhas, e muitas vezes esfregam a cabeça contra pessoas e objetos que lhes são familiares e lhes transmitem conforto.

O seu gato esfrega a cabeça ou o corpo de lado contra as suas pernas? A sensação suave que sente contra os seus gémeos é, na verdade, o seu gato a identifica-lo como amigo e é um enorme elogio.

Observe como o cumprimentam

Um dos sinais mais óbvios de que o seu adorado animal de estimação gosta de si é a forma como o seu gato o cumprimenta. Quando os gatos cumprimentam membros do seu grupo social, mostram sinais que indicam amizade e desejo de se aproximarem. Os gatos também mostram estes sinais aos humanos.

Uma cauda mantida na posição de mastro de bandeira vertical mostra uma intenção amigável (o equivalente felino de dizer olá), indicando familiaridade, confiança e afeição. Alguns gatos também usam uma cauda em forma de ponto de interrogação vertical para cumprimentar alguém de quem gostam, ou para indicar que querem brincar.

Por vezes, os gatos entrelaçam as suas caudas como sinal de amizade e o equivalente humano disto é envolver a cauda em torno do seu gémeo.

Rebolar e expor a vulnerável zona da barriga é outro gesto que indica que um gato tem a máxima confiança em si. No entanto, os gatos preferem ser acariciados na zona da cabeça e pescoço, por isso este não é geralmente um pedido para uma massagem na barriga. Tentativas de acariciar a barriga de um gato resultam frequentemente num recuo precipitado, ou mesmo garras de fora.

A saudação com chilreio ou trinado é um som melodioso que os gatos fazem ao dizer olá aos indivíduos preferidos. Por isso, se o seu gato "cantar" para si desta maneira, é garantido que está contente por vê-lo.

Essa sensação familiar quando o seu gato atinge a parte de trás do seu joelho também pode ser um sinal de que eles sentem por si uma ligação extremamente próxima. A versão felina de um "dá cá mais cinco", a turra na cabeça é geralmente guardado para os amigos felinos mais próximos de um gato e os humanos em quem mais confiam.

Esteja atento às piscadelas

O seu gato também pode estar a demonstrar secretamente o seu afeto na forma como olha para si. Quando os gatos encontram humanos estranhos ou outros gatos que não conhecem, normalmente saúdam-nos com um olhar sem piscar. Mas são mais propensos a piscar lentamente para os gatos com quem têm uma boa relação.

A pesquisa sugere que o piscar lento está associado a um estado emocional positivo e pode ser um sinal de confiança, contentamento e afeição, semelhante a um sorriso humano. Se quiser devolver o elogio, pisque os olhos e o seu gato poderá piscar de volta. Esta é uma boa maneira de se ligar ao seu gato se ele não aprecia ser tocado.

Eles aproximam-se

Os gatos são muito protetores do seu espaço pessoal e não gostam que pessoas indesejadas o invadam. Se um gato permitir que se aproxime dele, isso sugere uma ligação próxima, especialmente quando o contacto é frequente ou duradouro.

Aninhar-se no seu colo para uma sesta é um sinal de profunda confiança. As lambidelas só acontecem entre gatos com uma relação próxima, por isso lamber a sua mão ou a sua cara pode ser uma demonstração de carinho, apesar de aquelas línguas ásperas não parecerem muito carinhosas.

Nota do Editor: Emily Blackwell é professora sénior de Comportamento e Bem-Estar Animal na Universidade de Bristol. Blackwell recebe financiamento da Cats Protection e do Waltham Petcare Science Institute. As opiniões expressas neste comentário são apenas dos autores. A CNN está a mostrar o trabalho de The Conversation, uma colaboração entre jornalistas e académicos para fornecer análises de notícias e comentário. O conteúdo é produzido apenas por The Conversation.

Estilo de Vida

Mais Estilo de Vida

Na SELFIE

Patrocinados