Caça ao "Rambo Galego" em Espanha

CNN Portugal , JGR
2 jan, 00:04
Prisão
Prisão

Os moradores da localidade de Pontedeume, no norte de Espanha, juntaram-se para tentar encontrar o rasto de um assassino condenado, conhecido por múltiplas fugas da prisão e por um profundo conhecimento de técnicas de sobrevivência, que acreditam estar na origem de uma série de furtos de bens alimentares na região

PUB

Pacotes de bolachas, latas de cerveja, carne e enlatados foram apenas alguns dos bens que foram reportados como desaparecidos por diversos moradores de Pontedeume. De acordo com o jornal La Voz de Galicia, um morador da pequena vila galega chegou mesmo a “apanhar” um homem dentro da sua cozinha, no meio da noite, a vasculhar o seu frigorífico.

As suspeitas os habitantes da pequena localidade recaem sob Alfredo Sánchez Chacón, um antigo soldado da Legião Espanhola, que ganhou o apelido de “Rambo Galego” entre a população e que foi condenado a 17 anos de prisão em 1996 pelo assassinato de um jovem numa festa. Sánchez Chacón encontra-se fugido à justiça desde 15 março, quando aproveitou uma autorização temporária para sair da prisão para desaparecer sem deixar rasto.

PUB

Mas esta não foi a primeira vez que o “Rambo Galego” fugiu com sucesso da justiça. Em 1997, protagonizou uma das mais famosas fugas da prisão em Espanha, ao atar múltiplos lençóis numa janela e escapando juntamente com outro recluso. Esteve dois anos a viver escondido no meio do mato até ser apanhado em 1999 a sair de um bar de alterne.

PUB
PUB
PUB

Em 2001, conseguiu escapar novamente da prisão, mas desta vez não foi muito longe. Esteve em fuga durante 25 minutos.

Agora, oito moradores, desesperados com a situação, anunciaram a criação de uma patrulha com o propósito de procurar pistas que os levem a encontrar o criminoso em fuga, que acreditam viver num acampamento na densa floresta do parque Fragas de Eume, nas imediações da localidade.

Uma newsletter para conversarmos - Decisão 22

Envie-nos as suas questões e sugestões de temas, responderemos pela caixa do correio

Saiba mais

Mundo

Mais Mundo

Patrocinados