Futsal feminino: Portugal volta a perder final do Europeu contra Espanha

3 jul, 20:48

Seleção nacional caiu nas grandes penalidades (4-1) depois da goleada sofrida em 2019

A seleção portuguesa voltou a perder a final do Europeu de futsal feminino frente à congénere espanhola. Desta feita, Portugal caiu nas grandes penalidades (4-1) depois de um empate a três golos no final do prolongamento.

Na reedição da final de 2019, que sorriu a «La Roja» (4-0), a seleção nacional fez uma primeira parte de grande nível e construiu uma vantagem de dois golos: marcaram Ana Azevedo e Pisko. A única mancha na prestação lusa foi o golo de Ale de Paz depois de uma perda de bola.

A campeão da Europa apresentou-se diferente e foi superior ao conjunto adversário. Ana Catarina exibiu-se a excelente nível e foi alimentando o sonho português de conquistar pela primeira vez a prova. De resto, a seleção de Luís Conceição criou ocasiões suficientes para dilatar o marcador, mas Inês Fernandes acertou no ferro e Cátia Morgado errou o alvo.

Portugal não marcou... e sofreu. O golo espanhol foi novamente apontado por Ale de Paz a quatro minutos do final e deixou no ar a possibilidade de se jogar um prolongamento no Multiusos de Gondomar. 

O prolongamento começou com uma oportunidade claríssima de Portugal: Ana Azevedo fez o mais difícil e falhou o 3-2 a escassos metros da linha de golo. A seleção nacional desperdiçou ainda três livres diretos e por pouco não viu María Sanz ser a heróina espanhola.

Luís Conceição arriscou, colocou Pisko como guarda-redes avançada e foi feliz! A jogadora Nun´Álvares fez o 3-3 a 1,17 minutos do final e deixou o Pavilhão ao rubro e confirmou que a final seria decidida nos penáltis.

Ana Azevedo e Ana Pires falharam as respetivas grandes penalidades - a guarda-redes Sílvia exibiu-se a excelente nível - enquanto Espanha não falhou qualquer pontapé. Irene Córdoba marcou o quarto penálti e deu o segundo título de campeã da Europa às espanholas. 
 

Relacionados

Seleção

Mais Seleção

Patrocinados