Sporting sai em defesa de jogadora de 14 anos que foi vítima de racismo

24 jan, 16:09
Cintia Martins foi alvo de insultos racistas

Cíntia Martins foi alvo de insultos racistas no decorrer de um jogo com uma equipa masculina

O Sporting saiu em defesa de Cíntia Martins, jogadora de 14 anos, que, segundo denunciou o treinador de iniciados do clube, foi alvo de insultas racistas da parte de um adepto da equipa adversária, no decorrer de um jogo com uma equipa masculina da Fundação Salesianos, disputado no Bairro da Boavista, em Lisboa.

A jovem jogadora acabou por reagir às palavras que ouviu das bancadas, ao que tudo indica, relacionadas com a sua cor de pele, e foi expulsa. O caso foi depois relatado pelo treinador Paulo Conceição nas redes sociais. «Hoje de manhã tinha tudo para ser um domingo normal, dia de jogo, mas não foi. Uma das minhas jogadoras foi vítima de racismo por parte de adepto/s adversário/s. Durante o jogo, foi alvo de vários comentários que ofendem qualquer jogadora que joga e percorre um sonho», escreveu o responsável pela equipa de iniciados feminina dos leões.

O próprio clube saiu, mais tarde, em defesa da sua jovem jogadora. «Cintia Martins, do futebol feminino do Sporting, foi ontem vítima de racismo por parte de adeptos adversários, durante o jogo das Iniciadas. O Sporting repudia qualquer acto de racismo e está com a jogadora na luta pela igualdade. Nesta luta, nunca estarás sozinha», escreveu o clube também nas redes sociais.

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Sporting

Mais Sporting

Patrocinados