Assédio: Famalicão não tem conhecimento de «nenhuma denúncia» sobre o treinador

29 set, 14:57
Equipa de futebol feminino do Famalicão

Famalicenses disponíveis para colaborar com autoridades e «estabelecer a verdade dos acontecimentos»

O Famalicão já reagiu em comunicado às acusações de assédio de jogadoras do Rio Ave ao treinador de futebol feminino, Miguel Afonso, garantindo que «não tem conhecimento de nenhuma acusação ou denúncia às autoridades competentes».

«Ao momento da contratação do técnico, e até ao dia de hoje, o Famalicão não tem conhecimento de nenhuma acusação ou denúncia às autoridades competentes que recaia sobre o técnico Miguel Afonso», lê-se na nota emitida pelos famalicenses.

O clube mostra-se ainda «totalmente disponível para colaborar com as entidades competentes com o objetivo primordial de estabelecer a verdade dos acontecimentos».

Várias jogadoras da equipa sénior do Rio Ave acusam o ex-técnico Miguel Afonso de assédio sexual, sendo que os episódios remontam à temporada 2020/21, segundo a edição desta quinta-feira do jornal Público.

O técnico terá trocado mensagens íntimas com jovens entre os 18 e os 20 anos do plantel feminino vilacondense, uma situação negada pelo mesmo, que acabou por sair do clube e está agora a treinar o Famalicão.

À CNN Portugal, Miguel Afonso disse apenas que «há algo de estranho aqui montado», reagindo mais tarde nas redes sociais, com uma breve publicação na qual agradece o apoio que tem recebido.

Já o Rio Ave, admitiu ter tido conhecimento de «alguns comentários» e «abordagens despropositadas» do treinador, mas, por pedido das atletas, não deu seguimento às queixas. 

Entretanto, a Federação Portuguesa de Futebol confirmou ao Maisfutebol que o Conselho de Disciplina vai abrir um processo disciplinar para investigar o caso.

Relacionados

Patrocinados