Já há data para o funeral de Isabel II: saiba tudo sobre as cerimónias que vão demorar mais de uma semana

10 set, 17:32
Rainha Isabel II (Associated Press)

Corpo vai estar em câmara ardente durante quatro dias na Abadia de Westminster

O funeral da rainha Isabel II vai realizar-se no próximo dia 19 de setembro, a data que já era apontada como a mais provável. Segundo o comunicado do Palácio de Buckingham, a cerimónia vai ocorrer a partir das 11:00 locais, na Abadia de Westminster. Esse dia será feriado nacional, para que todos os súbditos tenham a oportunidade de se despedirem da monarca, que reinou por 70 anos.

Antes de 19 de setembro haverá um longo protocolo, que começa já este domingo, com o corpo a ser transportado do Castelo de Balmoral, onde a rainha morreu, para o palácio de Holyroodhouse, a residência oficial da monarquia britânica na Escócia, em Edimburgo. O percurso vai demorar seis horas, sendo que a rainha vai ficar na Sala do Trono até segunda-feira.

Nessa mesma tarde vai realizar-se uma procissão entre Hollyroodhouse e a Catedral de St Giles, sendo que o protocolo confirma as presenças do rei Carlos III e dos restantes membros da Família Real. O corpo ficará então na catedral, onde será vigiado pela Companhia Real de Arqueiros. O objetivo é permitir aos escoceses que se despeçam da monarca.

No dia 13 de setembro o caixão será transportado pela Força Aérea britânica a partir do aeroporto de Edimburgo, seguindo para a base aérea de Northolt, a oeste de Londres. Nessa mesma viagem, a acompanhar o corpo, estará a princesa Ana.

Da base aérea o corpo segue para o Palácio de Buckingham, onde ficará na Sala do Arco, seguindo no dia 14 de setembro para a Abadia de Westminster, onde ficará por quatro dias em câmara ardente, permitindo aos britânicos que se despeçam de Isabel II.

O caminho, que será feito em forma de procissão, vai passar pelos Jardins da Rainha, pelo Mall, pela rua do Parlamento e pelo próprio Parlamento. Já na Abadia de Westminster haverá uma missa do Arcebispo da Cantuária, que será assistido pelo reverendo David Hoyle, responsável pela abadia. No local estarão o rei e os membros da Família Real.

Durante os quatro dias de câmara ardente vai ser possível ao público visitar o local.

Já no dia 19 de setembro, e também naquela abadia, vai realizar-se no funeral. Depois da cerimónia o caixão será transportado para Wellington Arch, e daí para Windsor, antes de seguir para a Capela de St George, onde decorrerá uma nova missa.

A rainha Isabel II morreu, esta quinta-feira, aos 96 anos, no Castelo de Balmoral, rodeada pela família. A notícia foi conhecida depois de o Palácio de Buckingham ter informado que a equipa médica que acompanha a rainha estava "preocupada" com a saúde da monarca. Assim que foi dado o aviso, os príncipes Carlos e William viajaram de imediato para Balmoral para acompanhar os últimos momentos de Isabel II.

Europa

Mais Europa

Patrocinados