Japão fecha-se a todos os visitantes estrangeiros devido à variante Omicron

Agência Lusa , AM
29 nov 2021, 06:33
Fumio Kishida
Fumio Kishida

Já os cidadãos que regressarem ao país vindos de um dos países na lista vermelha terão de cumprir "medidas rigorosas de isolamento de acordo com os riscos"

PUB

O Japão anunciou hoje que vai fechar as fronteiras a todos os visitantes estrangeiros devido à variante Omicron da covid-19, três semanas após ter flexibilizado algumas restrições para permitir a entrada de viajantes de negócios e estudantes.

"Proibiremos todas as (novas) entradas de estrangeiros de todo o mundo a partir de 30 de novembro", disse o primeiro-ministro nipónico, Fumio Kishida.

PUB

Os japoneses que regressam de nove países da África Austral e de países onde foram relatadas infeções com a nova variante terão de ser submetidos a "medidas rigorosas de isolamento de acordo com os riscos", disse Kishida.

O Japão, que tem tido restrições fronteiriças desde o início da pandemia, facilitou as medidas para viajantes de negócios, estudantes e estagiários estrangeiros no início de novembro, mas continua fechado aos turistas.

O governo japonês anunciou na sexta-feira que iria prolongar a quarentena hoteleira para dez dias para os visitantes do Botswana, Eswatini, Lesoto, Namíbia, África do Sul e Zimbabué que chegassem ao Japão.

PUB
PUB
PUB

Tóquio estendeu a medida este fim de semana aos visitantes que chegavam do Malawi, Moçambique e Zâmbia.

A nova variante, a Ómicron, foi recentemente detetada na África do Sul e, segundo a Organização Mundial da Saúde, o “elevado número de mutações” pode implicar uma maior infecciosidade.

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Ásia

Mais Ásia

Patrocinados