Dezenas de vítimas após "libertação de gás" em piscinas olímpicas de Londres

Catarina Machado , Notícia atualizada às 16:56
23 mar, 11:46
Ómicron no Reino Unido. Foto: Tolga Akmen/AFP/Getty Images

29 pessoas foram transportadas ao hospital e outras 48 foram assistidas no local, todas devido a dificuldades respiratórias

Dezenas de vítimas foram assistidas nas piscinas olímpicas de Londres, o London Aquatics Centre, após libertação de gás cloro, nesta manhã, confirmaram as autoridades londrinas.

O último balanço dos serviços de emergência dá conta de "29 pessoas transportadas ao hospital" e "outras 48 assistidas no local", todas devido a "dificuldades respiratórias".

Segundo os bombeiros, a fuga teve origem numa "reação química", que causou a libertação de uma "alta quantidade de gás cloro".

O espaço foi isolado e cerca de 200 pessoas retiradas. Enquanto decorria a ventilação do centro, as autoridades pediram também aos residentes na área de Stratford para manterem janelas e portas fechadas.

Por tratar-se de um "incidente grave", os serviços de emergência londrinos deslocaram "múltiplos meios" para o local.

O mayor de Londres, Sadiq Khan, foi dos primeiros a confirmar o "incidente relacionado com gás" no centro aquático.

Relacionados

Europa

Mais Europa

Patrocinados