França: após a polémica, presidente da federação pede desculpa a Zidane

9 jan, 09:52
Noël Le Graët (AP)

Noël Le Graët garante que as observações feitas não refletem a consideração que tem pelo antigo jogador

Presidente da Federação Francesa de Futebol (FFF), Noël Le Graët pediu desculpa a Zinedine Zidane esta segunda-feira, depois de comentários pouco simpáticos sobre o antigo internacional francês proferidos no domingo.

As palavras do dirigente gaulês sobre Zizou não caíram bem em França, e até Kylian Mbappé saiu em defesa do ex-jogador.

«Essas observações desajeitadas criaram um mal-entendido. Quero apresentar as minhas desculpas pessoais por essas observações que não refletem, de todo, os meus pensamentos, nem a minha consideração pelo jogador que foi e pelo treinador em que se tornou», disse Graët, citado pelo L’Équipe.

«Zidane no Brasil? Não sei, ficaria surpreendido. Mas ele faz o que quer, não é da minha conta. (...) Não fico abalado, ele pode ir para onde quiser. (...) Se Zidane tentasse falar comigo? Não falaria com ele nem ao telefone. Para lhe dizer o quê? Bom dia, não se preocupe, procure outro clube, já acertei com Didier?! Vocês são muito 'pró-Zidane, dediquem-lhe um programa especial para ele encontrar um clube ou uma seleção», havia dito o presidente da FFF sobre Zidane no domingo.

Entretanto, a ministra francesa dos Desportos, Amélie Oudéa-Castera, pediu ao comité executivo da Federação Francesa de Futebol (FFF) que «assuma as suas responsabilidades» face às polémicas declarações de Noël Le Graët sobre Zinedine Zidane.

«É importante que o comité executivo da FFF avalie bem a situação, num momento de reflexão que o convido a ter. Não quero mais estas situações. Ele acostumou-nos com estes despropósitos», disse a ministra.

Relacionados

Mais Lidas

Patrocinados