Distúrbios em França e Bélgica após vitória francesa sobre Marrocos. Já há mais de 100 detidos e um morto

Nuno Mandeiro , Com Lusa
15 dez 2022, 00:26

Um jovem de 14 anos foi atropelado na região de Montpellier durante as celebrações

Paris, bem como outras cidades francesas, e Bruxelas registaram distúrbios esta quarta-feira à noite, no final do encontro que terminou com a vitória da França sobre Marrocos (2-0), para a meia-final do Mundial de futebol no Qatar. Os desacatos estendem-se também a localidades como Montpellier, Bordéus e Lyon e há a registar mais de 100 detenções e uma vítima mortal.

Em Montpellier, um jovem foi atropelado e acabou por morrer. De acordo com a BFMTV, que cita um comunicado do departamento de Herault, a vítima tinha 14 anos e o suspeito colocou-se em fuga. A viatura acabou mesmo por ser encontrada próxima do local, mas o condutor permanece em fuga.

O adolescente foi ainda transportado para o hospital de urgência, explica o departamento de Hérault, no sul de França, em comunicado. De acordo com vários órgãos de comunicação social franceses, o adolescente era de nacionalidade marroquina.

Imagens do incidente, que estão a circular no Twitter, mostram um condutor a acelerar sobre um grupo de adeptos da seleção do magrebe, depois de ver a sua bandeira francesa arrancada da sua viatura.

📣 Communiqué du préfet de l’#Hérault Hugues Moutouh ⤵️#Montpellier pic.twitter.com/Sc7L0jeNs7

Na capital francesa, mas também em cidades como Lyon ou Bordéus, registaram-se distúrbios no final do encontro, segundo imagens partilhadas nas redes sociais pelo jornal Le Fígaro, que mostram, por exemplo, confrontos entre adeptos e as forças de segurança nos Campos Elísios.

O Le Fígaro adianta ainda que já foram detidas mais de 115 pessoas, em Paris. Em Avignon, ocorreram também 14 detenções e foram apreendidos oito morteiros. Já em Lens, há registo de um engenho pirotécnico ter sido disparado contra um bar.

Em Montpellier, os disparos de morteiros foram efetuados entre os adeptos que comemoravam a chegada da França à final do Mundial 2022, onde vai defrontar a Argentina.

Também o centro de Bruxelas voltou a ser palco esta quarta-feira à noite de distúrbios provocados por adeptos da seleção de Marrocos, que atiraram artefactos pirotécnicos e bombas de fumo contra a polícia belga, noticiou a agência Efe.

Europa

Mais Europa

Patrocinados