Relógios de Schumacher rendem quatro milhões de euros em leilão

15 mai, 09:11
Michael Schumacher, antigo piloto Ferrari (AP)

Lenda da Fórmula 1 está em coma há mais de uma década

Oito relógios pertencentes a Michael Schumacher foram vendidos por quase 4 milhões de francos suíços (aproximadamente o mesmo valor em euros) num leilão em Genebra, na terça-feira.

A venda foi organizada pela família de Schumacher, que protege a privacidade da lenda do automobilismo, que está há 11 anos em coma profundo, na sequência de um grave acidente na neve.

A venda dos relógios foi programada para coincidir com o 30.º aniversário da sua primeira vitória no Campeonato de Pilotos de Fórmula 1, em 1994.

Schumacher, que se aposentou da F1 em 2012, foi sete vezes campeão do mundo, um recorde de títulos que até hoje foi apenas igualado pelo britânico Lewis Hamilton.

O alemão, que em 2013 sofreu uma lesão cerebral quase fatal, quando esquiava no resort alpino francês de Meribel, foi transferido do hospital em setembro de 2014 e continua a receber cuidados privados na casa de família na Suíça.

Patrocinados