Detido suspeito de atear dois fogos florestais em Tábua: "Colocou em perigo a vida de pessoas"

Agência Lusa , CF
7 jul, 20:31
PJ

O homem ateava incêndios em terrenos incultos com o uso de chama direta

A Polícia Judiciária (PJ) deteve um homem, de 49 anos, pela alegada autoria de dois crimes de incêndio florestal, ocorridos no domingo, na freguesia de Midões, concelho de Tábua, no distrito de Coimbra.

O suspeito foi detido pela Polícia Judiciária, através da Diretoria do Centro, com a colaboração do Grupo de Trabalho para a Redução das Ignições em Espaço Rural – Zona Centro, e dos Bombeiros Voluntários de Vila Nova de Oliveirinha.

A PJ refere, em comunicado divulgado esta quinta-feira, que o homem, com o uso de “chama direta ateou os incêndios em terrenos incultos, povoados com fenos secos, matos, giestas e silvas, inseridos em misto de área urbana, agrícola e florestal”.

Segundo a PJ, os incêndios teriam proporções mais gravosas, caso não tivesse havido uma rápida intervenção dos populares e dos meios de combate (bombeiros e meios aéreos, com equipa aerotransportada).

“A atuação do suspeito colocou em perigo a integridade física e a vida de pessoas, habitações e a grande mancha florestal”, refere ainda a Judiciária.

O detido vai ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação.

Relacionados

Crime e Justiça

Mais Crime e Justiça

Patrocinados