Dez dicas de especialistas para "sobreviver" ao Natal e Ano Novo

CNN , Dana Santas
23 dez 2022, 08:00
A especialista em Fitness Dana Santas mostra como se faz um “mountain climber”, uma atividade de alta intensidade que vai fazer o seu coração bombear

A época festiva pode trazer muita alegria, mas pode ser um momento desafiante para manter a sua saúde e boa forma física. Entre a pressão acrescida dos eventos sociais e as oportunidades para o excesso, é demasiado fácil desistir e resolver voltar ao bom caminho no novo ano.

Mas esta época não tem de ser um tudo ou nada. Com a mentalidade correta, poderá desfrutar deste época sem sabotar o seu bem-estar.

Para o ajudar a tornar a sua forma física à prova de épocas festivas, recorri aos conselhos do meu amigo e especialista, o treinador de celebridades, Don Saladino, que trabalha com alguns dos grandes nomes de Hollywood, incluindo Ryan Reynolds, Blake Lively, Anne Hathaway e John Krasinski. Uma vez que as celebridades não são estranhas a festas, pedi a Saladino para partilhar dicas que ele dá aos seus clientes para passarem a época sem causar estragos nos seus objetivos de saúde.

Celebridade ou não, todos precisamos de nos concentrar em estratégias inteligentes para evitar que o stresse e os excessos das festas nos levem para lá dos nossos limites. Eis um conselho que pode pôr em prática agora.

1. Mantenha uma mentalidade saudável

Segundo Saladino, “o objetivo deve ser o de desfrutar ativamente das festas, enquanto controla totalmente as suas escolhas”.

Esta época do ano é para ser apreciada, mas muitos de nós perdem isso de vista e passam muito tempo a culpar-se por celebrar. Desfrutar de iguarias sazonais é ótimo, por isso, deixe esses sentimentos de culpa de lado.

Sabe aquelas bolachas que a mãe cozinhou com amor? Não há necessidade de as recusar. Lembre-se de que tem controlo. Pode comer uma ou duas, sem devorar uma dúzia. Lembre-se de que está a tomar decisões para se sentir bem, não culpado.

2. Faça as contas

Há demasiadas pessoas em forma que perdem tempo a preocupar-se com uma pequena percentagem de refeições indulgentes que comem durante as férias, disse Saladino. Ele pede-lhes que façam as contas.

De meados de novembro até 1 de janeiro, são cerca de 45 dias. Se comer, em média, três refeições por dia, são 135 refeições. Ter alguns brunches e vários jantares descuidados ao longo desse tempo, não fará descarrilar a sua forma física, se as suas outras refeições permanecerem saudáveis. Digamos que comeu uma dúzia de refeições típicas da época, isso é ainda menos de 9% do total das suas refeições.

3. Não se penalize com exercício

Isto anda de mãos dadas com a manutenção de uma mentalidade saudável. O exercício não deve ser utilizado para recuperar de "maus" comportamentos de férias. Na verdade, Saladino diz ter reduzido o volume e a frequência de treinos dos seus clientes durante as festas para ajudar a reduzir a exigência dos seus horários, mantendo a consistência. Saladino diz que mantê-los "no estado de espírito certo é o mais importante", por isso, pede-lhes que mantenham os treinos abaixo dos 40 minutos, com a intenção de os fazer simplesmente suar e os ajudar a gerir o stresse.

4. Mantenha-se saciado

Outra dica que Saladino diz dar a todos os seus clientes é ficar saciado, para não chegarem esfomeados a eventos onde há poucas opções saudáveis. Se alguma vez tentou fazer compras quando tinha fome e acabou com muitos petiscos pouco saudáveis no seu carrinho, sabe porque é que este é um bom conselho.

Se possível, coma uma refeição saudável ou, pelo menos, um petisco, como nozes ou iogurte, antes de ir a uma festa.

5. Hidrate-se

Manter-se hidratado também lhe dá a sensação de estar saciado e impede-o de ir buscar comida quando, na verdade, tem sede.  O maior problema causado pela desidratação não se deve só à perda de fluídos, mas também à quantidade significativa de eletrólitos perdidos. Os eletrólitos são minerais essenciais responsáveis pela energia elétrica envolvida nas funções corporais, como as contrações musculares, incluindo a atividade cardíaca e os impulsos nervosos. A perda de eletrólitos devido à desidratação irá fazê-lo sentir-se degradado e contribuir para a sensação de ressaca (se também beber demasiado álcool).

Com o tempo mais frio, o ar interior mais seco e uma maior probabilidade de estar a beber cocktails festivos, é mais fácil ficar desidratado mais depressa, por isso, tente ter uma garrafa de água enriquecida em eletrólitos ou outra bebida sem açúcar à disposição.

6. Beba de forma estratégica

Por falar em beber álcool, Saladino dá o que diz ser um conselho pouco popular, mas eficaz:

“Em vez de se concentrar nas calorias da bebida, escolha bebidas mais pesadas, que tem de beber aos poucos e que o farão sentir-se cheio, para que acabe por beber menos no geral". Pense em eggnog em vez de martini doce.

Segundo Saladino, o maior problema com o álcool não é tanto a ingestão de calorias, mas sim a sua ingestão global, levando a lapsos de autocontrolo que podem levar a fazer más escolhas alimentares e de vida.

7. Mantenha o stresse sob controlo

Quer sejam os efeitos de dias mais curtos e escuros e o aumento das exigências de horários ou a ansiedade relacionada com a família, a época festiva pode ter um custo. O stresse acrescido pode resultar em más decisões, alimentação sob stress e tensão física. Daí ser importante praticar proativamente o autocuidado.

Dedique alguns minutos por dia à meditação, foco respiratório ou gratidão. Estudos demonstram que apenas cinco minutos desta prática de cuidado metal diário reduzem o stresse e a ansiedade. Para além dos exercícios recomendados por Saladino, tome medidas para libertar ainda mais tensão, com técnicas como o rolo de espuma e a massagens.

8. Faça exercício diário consistente

Durante esta época atarefada do ano, também recomendo um treino mais inteligente e não mais difícil. Isto significa escolher a consistência em vez da quantidade, encaixando exercício, todos os dias, onde faz mais sentido no seu estilo de vida e horário. Uma das formas mais eficazes de integrar o exercício é combinando-o com outro hábito diário. Por exemplo, há anos que faço flexões antes de entrar no duche e agachamentos de peso corporal enquanto escovo os meus dentes – sempre que o faço, todos os dias.

9. Não espere até ao Ano Novo!

Com todas as oportunidades para cometer excessos, poderá dar por si a exagerar numa festa e, nesse momento, a deixar de ter autocontrolo. É fácil ficar preso à ideia de "Ano Novo, novo eu". Mas lembre-se que o calendário não tem nada a ver com a mudança da sua saúde e da sua forma física.

Temos um começo novo todos os dias, não todos os anos. "Não desista. Volte ao caminho certo no dia seguinte", diz Saladino.

10. Durma o suficiente

Demasiadas vezes, desdobramo-nos para nos mantermos a par das responsabilidades do trabalho e da vida quotidiana, satisfazendo ao mesmo tempo as exigências da época. É crucial que dê ao seu corpo e mente o tempo e o descanso necessários para recuperar a cada noite. O sono é um fator chave na função do seu metabolismo e sistema imunitário. Como tal, não ter as sete horas de sono recomendadas por noite pode levar ao aumento de peso, doenças e outras implicações negativas para a saúde.

Para processar adequadamente as refeições durante a época festiva e evitar doenças sazonais, é necessário dar prioridade ao descanso. Se tiver dificuldade em dormir, experimente estas técnicas de respiração para ajudar.

Lembre-se de que ser saudável está no seu estilo de vida, não na sua resolução. Seguindo as dicas acima, pode desfrutar das férias sem prejudicar a sua saúde e bem-estar.

Vida Saudável

Mais Vida Saudável

Mais Lidas

Patrocinados