"O Poder do Cão", "Belfast" ou "CODA"? Veja quem são os favoritos aos Óscares

27 mar, 09:00

São dez os filmes nomeados para a categoria principal. Entre os atores, Benedict Cumberbatch e Will Smith, Jessica Chastain e Nicole Kidman estão entre os mais prováveis vencedores

A realizadora neo-zelandesa Jane Campion esteve 12 anos sem fazer qualquer filme. Valeu a pena esperar. "O Poder do Cão" é, ao mesmo tempo, um épico com ecos dos westerns clássicos e magníficas paisagens e um filme íntimo e cheio de sensibilidade, que é também uma crítica à hipermasculinidade tóxica (representada pela personagem de Benedict Cumberbatch). 

"O Poder do Cão" é o filme mais nomeado desta edição dos Óscares: está indicado em 12 categorias e é apontado, pelas mais diversas publicações, como o provável vencedor na cerimónia de entrega dos prémios da Academia de Hollywood que se realiza este domingo à noite (já madrugada de segunda-feria para quem está em Portugal) e que vai ser acompanhada Ao Minuto no site da CNN Portugal.

Isto significa que, depois das tentativas com "Roma", "O Irlandês" e "Mank", este pode muito bem ser o ano em que a Netflix leva para casa a estatueta do Melhor Filme. Além disso, Jane Campion está também entre os favoritos na categoria de Realização. Da última vez que esteve nomeada, por "O Piano", em 1994, perdeu para Spielberg (que tinha "A Lista de Schindler"). Este ano, Steven Spielberg também está nomeado, com "West Side Story", mas talvez a história tenha um final diferente.

Além de Cumberbatch, também estão nomeados neste filme Kirsten Dunst (Melhor Atriz), Jesse Plemons e Kodi Smit-McPhee (Atores Secundários).

Quem deve ganhar o Óscar de Melhor Filme?

Para os críticos, a resposta é óbvia: "Drive My Car - Conduz o Meu Carro", o filme do japonês Ryûsuke Hamaguchi foi o escolhido pela National Society of Film Critics, assim como por muitas associações de críticos de cinema, incluindo as de Nova Iorque e de Los Angeles.

"Drive My Car" estreou-se no Festival de Cannes, onde recebeu, entre outros, o prémio para o melhor argumento. Também foi premiado nos BAFTA e está agora indicado para quatro Óscares: Melhor Filme, Realização, Filme Internacional e Argumento Adaptado. Algo inédito para um filme japonês.

No entanto, é pouco provável que "Drive My Car" repita o sucesso de "Parasitas", o filme do sul-coreano Bong Joon-ho que, há dois anos, recebeu quatro Óscares, incluindo o de Melhor Filme. Se isso acontecer, será uma total surpresa.

Com 179 minutos, "Drive My Car" é o mais longo dos nomeados deste ano a Melhor Filme. Adaptando um conto do escritor Haruki Murakami, o filme narra o encontro entre Yusuke (interpretação de Hidetoshi Nishijima), um renomado ator e encenador, e a jovem Misaki (Tôko Miura), a motorista designada para o conduzir enquanto ele está em Hiroshima a trabalhar na encenação de "O Tio Vânia" num festival de teatro local.

Mais hipóteses tem "Belfast", o filme quase todo a preto-e-branco que Kenneth Branagh realizou a partir das suas memórias de infância na cidade da Irlanda do Norte. Apesar de relatar a eterna oposição entre protestantes e católicos e a violência que a cidade viveu na décadas de 1960 e 70, "Belfast" é um filme ternurento, que adopta o ponto de vista do pequeno Bill (interpretação de Jude Hill) e nos mostra a sua incompreensão perante os problemas dos adultos. Tudo isto embalado pela música de Van Morrisson.

As interpretações são dos veteranos Judi Dench e Ciarán Hinds (ambos nomeados) e ainda de Caitríona Balfe e Jamie Dornan. 

Uma das surpresas deste ano é "CODA - No Ritmo do Coração" que, nos últimos dias, tem vindo a ser apontado como um provável vencedor. Se não na categoria de Melhor Filme, quase de certeza na de Ator Secundário: Troy Kotsur.

Este podia ser só um filme sobre uma família americana e as dores de crescimento de uma adolescente. Mas é muito mais. CODA significa "child of deaf adult(s)" e é a expressão usada para referir os filhos de pessoas com problemas de audição. Escrito e realizado por Sian Heder, "CODA" é um remake do popular filme francês "A Família Bélier" (2014) e conta a história de uma rapariga que sonha ser cantora (interpretada por Emilia Jones) e da sua relação com os pais, ambos surdos (interpretações de Troy Kotsur e da já oscarizada Marlee Matlin), e o irmão também surdo (Daniel Durant).

As categorias de interpretação são sempre muito renhidas. Para além de Benedict Cumberbatch, o outro nome mais falado para o Óscar de Melhor Ator é Will Smith que, em "King Richard - Para Além do Jogo", interpreta o papel de Richard Williams, o determinado pai das ténistas Venus e Serena Williams. O filme é um projeto pessoal do ator, que é também um dos produtores, e esta é, sem dúvida, uma das suas melhores interpretações. 

Os biopics também estão em alta entre as mulheres. As favoritas para o Óscar de Melhor Atriz são Nicole Kidman, no papel da comediante norte-americana Lucille Ball (em "Being the Ricardos") e Jessica Chastain, em "Os Olhos de Tammy Faye". Tammy Faye foi uma cantora evangelista que fez sucesso na televisão americana nos anos 70 e 80.

Já quanto ao Óscar de Atriz Secundária, é quase unânime que a estatueta irá para Ariana DeBose, a Anita de "West Side Story". O filme - que é um remake do oscarizado filme de 1961 - é realizado por Steven Spielberg e está nomeado em sete categorias. Poderá ser o terceiro Óscar de Realização para Spielberg.

Já Paul Thomas Anderson nunca ganhou um Óscar, apesar de já ter estado várias vezes nomeado - como argumentista e realizador. Os seus filmes - de "Boogie Nights" a "Haverá Sangue", passando por "Magnólia" ou "Linha Fantasma" - também são geralmente nomeados ou premiados em várias categorias, mas nunca chegam a ser eleitos como Melhor Filme.

Será este ano? É pouco provável mas, ainda assim, fiquemos felizes por podermos ver "Licorice Pizza", uma comédia-dramática que nos conta a história da amizade entre dois adolescentes na América dos anos 70. Os papéis principais são interpretados por dois estreantes: Cooper Hoffman e Alana Haim. 

 

Esta é a lista completa dos nomeados:

Melhor Filme

  • “Belfast” 
  • “Licorice Pizza” 
  • “Don’t Look Up -  Não Olhem Para Cima” 
  • “O Poder do Cão”
  • “Dune - Duna” 
  • “King Richard: Para Além do Jogo” 
  • “West Side Story” 
  • “CODA - No Ritmo do Coração” 
  • “Nightmare Alley - Beco das Almas Perdidas”
  • “Drive My Car - Conduz o meu carro”

Realização

  • Paul Thomas Anderson, “Licorice Pizza”
  • Jane Campion, “O Poder do Cão”
  • Kenneth Branagh, “Belfast”
  • Steven Spielberg, “West Side Story”
  • Ryûsuke Hamaguchi, “Drive My Car - Conduz o meu carro”

Ator

  • Javier Bardem, “Being the Ricardos”
  • Benedict Cumberbatch, “O Poder do Cão”
  • Andrew Garfield, “Tick, Tick… Boom!”
  • Will Smith, “King Richard: Para Além do Jogo”
  • Denzel Washington, “A Tragédia de Macbeth”

Atriz

  • Jessica Chastain, “Os Olhos de Tammy Faye”
  • Olivia Colman, “A Filha Perdida”
  • Kristen Stewart, “Spencer”
  • Nicole Kidman, “Being the Ricardos”
  • Penélope Cruz, “Mães Paralelas”

Ator Secundário

  • Ciarán Hinds, “Belfast”
  • Troy Kotsur, “CODA - No Ritmo do Coração”
  • Jesse Plemons, “O Poder do Cão”
  • JK Simons, "Being the Ricardos"
  • Kodi Smit-McPhee, “O Poder do Cão”

Atriz Secundária

  • Jessie Buckley, "A Filha Perdida"
  • Adriana DeBose, "West Side Story"
  • Judi Dench, "Belfast"
  • Kirsten Dunst, "O Poder do Cão"
  • Aunjanue Ellis, "King Richard - Para Além do Jogo"

Filme Internacional

  • “Flee - A Fuga” (Dinamarca)
  • "A Pior Pessoa do Mundo” (Noruega)
  • “Drive My Car - Conduz o meu carro” (Japão)
  • “A Mão de Deus” (Itália)
  • “Lunana: A Yak in the Classroom” (Butão)

Argumento Original

  • Paul Thomas Anderson, “Licorice Pizza”
  • Adam McKay e David Sirota, “Don’t Look Up - Não Olhem Para Cima”
  • Kenneth Branagh, “Belfast”
  • Zach Bailyn, “King Richard - Para além do jogo”
  • Eskil Vogt e Joachim Trier, “A Pior Pessoa do Mundo”

Argumento Adaptado

  • Siân Heder, “CODA - No Ritmo do Coração”
  • Maggie Gyllenhaal, “A Filha Perdida”
  • Jane Campion, “O Poder do Cão”
  • Ryûsuke Hamaguchi and Takamasa Oe, “Drive My Car - Conduz o Meu Carro”
  • Denis Villeneuve e Eric Royh, “Dune - Duna”

Fotografia

  • “Dune - Duna”
  • “Nightmare Alley - Beco das Almas Perdidas”
  • “O Poder do Cão” 
  • “West Side Story”
  • “A Tragédia de Macbeth”

Banda Sonora Original

  • Alberto Iglesias, “Mães Paralelas”
  • Hans Zimmer, “Dune - Duna”
  • Nicholas Britell, “Don’t Look Up - Não Olhem Para Cima”
  • Germaine Franco, “Encanto”
  • Johnny Greenwood, “O Poder do Cão”

Canção

  • “Be Alive”, “King Richard: Para Além do Jogo”
  • “Dos Oruguitas”, “Encanto”
  • “Down to Joy”, “Belfast”
  • “No Time To Die”, “007: Sem Tempo Para Morrer”
  • “Somehow You Do”, “Four Good Days”

Documentário

  • "Ascension"
  • "Attica"
  • “Flee - A Fuga”
  • “Summer of Soul (Or, When The Revolution Could Not Be Televised)”
  • "Writing With Fire"

Curta de Documentário

  • "Audible"
  • "Lead Me Home"
  • "The Queen of Basketball"
  • "Three Songs to Benazir"
  • "When We Were Bullies"

Curta de Ficção

  • "Ala Kachuu - Take And Run"
  • "The Dress"
  • "On My Mind"
  • "Please Hold"
  • "The Long Goddbye"

Filme de Animação

  • “Os Mitchel Contra as Máquinas” (Netflix)
  • Flee - A Fuga” (Neon)
  • “Luca” (Pixar)
  • “Raya e o Último Dragão” (Walt Disney)
  • “Encanto - Magia” (Walt Disney)

Curta de Animação

  • "Affairs of the Art"
  • "Bestia"
  • "Boxballet"
  • "Robin Robin"
  • "The Windshield Wiper"

Guarda-roupa

Montagem

  • “Don’t Look Up -  Não Olhem Para Cima”
  • “Dune - Duna”
  • “King Richard: Para Além do Jogo”
  • “O Poder do Cão”
  • “Tick, Tick… Boom!”

Efeitos Visuais

  • “Dune - Duna”
  • "Free Guy"
  • "007 - Sem Tempo para Morrer"
  • "Shang-Chi and the Legend of the Ten Rings"
  • "Homem-Aranha: No Way Home"

Design de Produção

  • “Dune - Duna”
  • “Nightmare Alley - Beco das Almas Perdidas”
  • “O Poder do Cão” 
  • “West Side Story”
  • “A Tragédia de Macbeth”

Caracterização

  • "Coming to America"
  • "Cruella"
  • "Dune-Duna"
  • "Os Olhos de Tammy Faye"
  • "Casa Gucci"

Som

  • “Belfast”
  • “Dune - Duna”
  • "007 - Sem Tempo Para Morrer"
  • “O Poder do Cão”
  • “West Side Story”

 

 

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Artes

Mais Artes

Patrocinados