Depois do Mundial, Infantino também sugere um Europeu a cada dois anos

3 jan 2022, 12:45
Gianni Infantino (AP)

Presidente da FIFA defende que esta modalidade podia resultar para todos

Depois do Mundial, o presidente da FIFA, Gianni Infantino, também sugeriu a realização do Europeu de futebol a cada dois anos.

Em entrevista à Radio Anch’io Sport, o dirigente defendeu que esta é uma modalidade que podia resultar para todos.

«O Mundial a cada dois anos não é um pedido meu, mas sim do congresso da FIFA, que pediu um estudo de viabilidade. Fizemos um estudo muito sério, do ponto de vista desportivo funcionaria e o impacto económico é positivo para todos», começou por dizer.

«O mais importante é que é positivo para a proteção das ligas nacionais e para os próprios futebolistas, já que assim haveria menos jogos, com uma pausa em julho. Na Europa há oposição a isto, mas esta é uma maneira mais inclusiva. Também os Europeus podiam ter a mesma cadência», defendeu.

Infantino disse ainda que o pouco tempo útil de jogo que se verifica atualmente é um problema e abriu a porta a um tempo cronometrado: «Não sei se é a solução certa ou não, eu estava contra o VAR no início, mas já vimos que pode ajudar o árbitro. Tudo o que possa ajudar o futebol é bem-vindo.»

Relacionados

Mais Lidas

Patrocinados