FIFA abre processo disciplinar ao Equador após queixa do Chile

11 mai, 15:45
Protestos de trabalhadores contra Mundial no Qatar chegam à sede da FIFA (Reuters)

En causa está a nacionalidade de Bryon Castillo; chilenos pretendem ficar com a vaga dos equatorianos

A FIFA anunciou, esta quarta-feira, a abertura de um processo disciplinar ao Equador depois de o Chile ter formalizado uma queixa em relação a uma possível inelegibilidade de Byron Castillo.

A Federação chilena de futebol alega que o futebolista do Barcelona de Guayaquil tem nacionalidade colombiana e que terá falsificado documentação para jogar pela seleção equatoriana. 

Os chilenos exigem que os equatorianos percam os pontos dos oitos encontros em que Castillo participou com os adversários a conquistarem os três pontos por cada um desses jogos. Como o lateral-direito não defrontou nem Peru nem Colômbia, quinto e sexto classificados respetivamente, nenhuma dessas seleções ganharia pontos e seria o Chile a saltar para o quarto lugar.

Dessa forma, o Chile ocuparia o lugar do Equador no próximo Campeonato do Mundo.

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Patrocinados