Ativista invade passadeira vermelha de Cannes para protestar contra violência sexual na guerra da Ucrânia

CNN Portugal , MJC
20 mai, 23:56
Ativista invade a passadeira vermelha do Festival de Cannes com as cores da bandeira da Ucrânia e o apelo: "Parem de nos violar" (EPA/CLEMENS BILAN)

A mulher tirou as roupas e mostrou o corpo pintado mas foi rapidamente retirada do local pelos seguranças do festival

Uma ativista invadiu a passadeira vermelha do Festival de Cannes, em França, despiu-se e mostrou o corpo pintado com as cores da bandeira da Ucrânia e o apelo: "Parem de nos violar". 

A mulher apareceu durante a entrada dos convidados para a estreia do filme "Three Thousand Years of Longing", de George Miller.

Segundo uma publicação no Twitter, pertence ao grupo ativista francês “Scum” e estava a protestar contra a violência sexual cometida contra mulheres ucranianas no contexto da guerra.

Houve relatos persistentes de violação e violência sexual por forças russas na Ucrânia. Em abril, a representante especial da ONU do Secretário-Geral para a Violência Sexual em Conflitos, Pramila Patten, e a diretora executiva da ONU Mulheres, Sima Bahous, divulgaram um comunicado pedindo uma investigação rápida a estas alegações.

Os elementos da segurança retiram rapidamente a mulher do local mas não conseguiram evitar as fotografias.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Artes

Mais Artes

Patrocinados