2023 vai ter cinco fins de semana grandes. Veja neste calendário interativo as pontes e feriados

20 nov, 16:00
Calendário

Três desses fins de semana prolongados calham no mesmo mês. Pegue na sua agenda, numa caneta e tire notas

Se gosta de planear férias e fins de semana prolongados com alguma antecedência, saiba que no próximo ano vai contar com cinco feriados que calham numa segunda-feira ou sexta-feira. Significa isto que vai poder usufruir de cinco fins de semana grandes - mais um do que em 2022 -, sendo três deles no mesmo mês: dezembro. 

Apesar do final do próximo ano ser em grande, o arranque vai ser duro... Vai ter de esperar mais de um mês e meio para ter um feriado, e mesmo este não é obrigatório: terça-feira de Carnaval, a 21 de fevereiro

Neste calendário interativo criado pela CNN Portugal estão assinalados os feriados, as datas comemorativas, como o Dia da Mulher ou o Dia do Pai, e os dias em que vai ter de mudar a hora para o de verão e inverno. Por isso, pegue na sua agenda, numa caneta e aponte as datas mais importantes. 

Depois do Carnaval a espera volta a ser longa. Só volta a ter feriados no mês de abril. A parte boa é que são logo três e permitem o primeiro fim de semana prolongado do ano - Sexta-Feira Santa, dia 7 e o Domingo de Páscoa, dia 9 - e depois o Dia da Liberdade, a 25, que calha numa terça-feira e pode permitir uma ponte na segunda. 

Entretanto, antes de tudo isto, em março, não se esqueça de adiantar o seu relógio uma hora. No dia 26 começa o horário de verão e vamos todos dormir menos uma hora. 

Maio também arranca com um feriado logo à cabeça: Dia do Trabalhador, que calha numa segunda-feira. Mais um fim de semana grande. O Dia da Mãe calha no domingo seguinte, dia 7. 

Seguimos para junho. Neste mês tem mais uma possibilidade de ponte, no dia 9, uma vez que o Corpo de Deus calha no dia 8, quinta-feira, e a 10, sábado, celebra-se o Dia de Portugal. Para quem mora em Lisboa, e para os residentes de outros concelhos que possam combinar o feriado de dia 8 com o de 13 - Dia de Santo António - pode juntar mais uma ponte na segunda-feira (dia 12). Assim, mesmo sem gastar dias de férias, pode conseguir descansar durante seis dias seguidos. 

Ainda no mês dos Santos Populares, aos munícipes de Braga, Porto, Almada, Figueira da Foz e Angra do Heroísmo, interessa saber que o São João calha a um sábado, dia 24. Já o São Pedro, feriado municipal na Póvoa de Varzim, Sintra, Montijo, Évora, Ribeira Grande ou Felgueiras, calha a uma quinta-feira, dia 29. 

O mês de julho não tem nenhuma data a assinalar e por isso rumamos a agosto. Aqui, temos o feriado da Assunção de Nossa Senhora, que calha numa terça-feira. Isto significa que pode gastar um dia de férias na segunda-feira e ficar quatro dias de folga. 

Setembro, tal como julho, não tem nada a registar. Em outubro assinala-se a Implantação da República, a dia 5, que calha numa quinta-feira. Mais uma possibilidade para ficar quatro dias a descansar. Ainda neste mês, a 29, vamos atrasar os relógios uma hora, porque entra em vigor o horário de inverno. 

Em novembro, o Dia de Todos os Santos assinala-se a uma quarta-feira, dia 1. Depois vem dezembro, o grande mês do ano que conta com três fins de semana prolongados: dois feriados a uma sexta-feira - Restauração da Independência (dia 1) e Dia da Imaculada Conceição (dia 8) - e o Natal que calha a uma segunda-feira. 

Aqui fica a lista completa de feriados, feriados regionais, fins de semana prolongados e possíveis pontes:

Feriados

  • 1 de janeiro, Ano Novo (domingo);
  • 21 de fevereiro, Carnaval (terça-feira) - este feriado não é obrigatório, pelo que tem de ser decretado pelo Governo, municípios e empresas;
  • 7 de abril, Sexta-Feira Santa (sexta-feira);
  • 9 de abril, Páscoa (domingo);
  • 25 de Abril, Dia da Liberdade (terça-feira);
  • 1 de Maio, Dia do Trabalhador (segunda-feira);
  • 8 de junho, Corpo de Deus (quinta-feira);
  • 10 de junho, Dia de Portugal (sábado);
  • 15 de agosto, Assunção de Nossa Senhora (terça-feira);
  • 5 de outubro, Implantação da República (quinta-feira)
  • 1 de novembro, Dia de Todos os Santos (quarta-feira);
  • 1 de dezembro, Restauração da Independência (sexta-feira);
  • 8 de dezembro, Imaculada Conceição (sexta-feira);
  • 25 de dezembro, Natal (segunda-feira).

Feriados regionais

  • 13 de junho, Santo António, feriado municipal em Lisboa, Cascais, Estarreja, Vila Nova da Barquinha e Vila Verde;
  • 24 de junho, São João, feriado municipal em Braga, Porto, Almada, Figueira da Foz e Angra do Heroísmo;
  • 29 de junho, São Pedro, feriado municipal na Póvoa de Varzim, Sintra, Montijo, Évora, Ribeira Grande e Felgueiras.

Fins de semana grandes

  • 7 a 9 de abril (sexta-feira a domingo);
  • 29 de abril a 1 de maio (sábado a segunda-feira)
  • 1 a 3 de dezembro (sexta-feira a domingo);
  • 8 a 10 de dezembro (sexta-feira a domingo);
  • 23 a 25 de dezembro (sábado a segunda-feira).

Possíveis pontes

  • 18 a 21 de fevereiro, dia de Carnaval (sábado a terça-feira);
  • 22 a 25 de Abril (sábado a terça-feira);
  • 8 a 10 de junho (quinta-feira a sábado). Para quem trabalha nos concelhos onde o Santo António é feriado municipal pode prolongar o descanso até terça-feira, dia 13;
  • 29 de julho a 2 de junho, para quem trabalha em concelhos onde o feriado municipal é no dia de São Pedro (de quinta-feira a domingo);
  • 12 a 15 de agosto (sábado a terça-feira);
  • 5 a 8 de outubro (quinta-feira a domingo).

País

Mais País

Patrocinados