TAD anula castigo de porta fechada ao Vitória de Guimarães no caso Marega

22 nov 2021, 14:15
V. Guimarães-FC Porto: Marega

Clube minhoto tinha sido condenado pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol

O Tribunal Arbitral do Desporto anulou o castigo de três jogos à porta fechada ao Vitória de Guimarães, na sequência do caso Marega, confirmou o Maisfutebol.

O clube minhoto recorreu para o TAD depois de, em maio, ter sido condenado pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol a três jogos sem público no D. Afonso Henriques e a uma multa de 53.500 euros por insultos racistas do público ao maliano, na altura jogador do FC Porto. Marega abandonou mesmo o relvado nessa partida.

O TAD refere que «não ficou demonstrado que o Vitória Sport Clube tenha promovido, ou sequer consentido ou tolerado os cânticos racistas em questão» pois «não ficou provado» que a SAD vitoriana «tenha tido conhecimento efetivo e/ou atempado da ocorrência dos factos em causa, que lhe permitisse encetar uma reação efetiva aos acontecimentos em tempo útil».

Refira-se que a Autoridade para a Prevenção e Combate à Violência do Desporto (APCVD) também castigara o emblema vimaranense com três partidas à porta fechada e uma multa de 55 mil euros. O Vitória também recorreu desta decisão.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Patrocinados