Vitinha: «Deixo o FC Porto, mas não deixo de ter o FC Porto comigo»

30 jun, 22:47
Vitinha festeja o 0-2 no Portimonense-FC Porto (Lusa)

Médio deixou carta de despedida aos dragões. «Estarei sempre a torcer pelo meu clube do coração», garante

O futebolista português Vitinha, confirmado na noite desta quinta-feira como reforço do Paris Saint-Germain, deixou minutos depois da oficialização do negócio uma carta de despedida ao FC Porto, garantindo que vai continuar a acompanhar de perto o dia-a-dia do clube.

«Os dias são incontáveis. Os momentos inesquecíveis. O FC Porto é assim. Enche-nos de memórias, reescreve o nosso ADN e dá-nos valores para a vida, que transportamos juntamente com esta bandeira azul e branca. A multidão grita como um só porque é aquilo que somos», começa por referi o médio de 22 anos.

«Como outros anteriormente, chegou a minha vez de iniciar uma nova etapa, para a qual contribuí com o meu trabalho diário. Deixo o FC Porto, mas não deixo de ter o FC Porto comigo. Estarei sempre a torcer pelo meu clube do coração e parto confiante em mais anos de sucessos para as nossas queridas riscas azuis e brancas», afirma, ainda, Vitinha.

Reforço do PSG até 2027, num negócio feito por 41,525 milhões de euros, o internacional português deixou ainda um agradecimento a dirigentes, treinadores e companheiros.

«Nós, portistas, somos especiais e agradeço a todos, incluindo o nosso presidente, os treinadores que tanto acrescentaram ao que sou hoje e os companheiros com quem partilhei momentos que ficam para sempre», aponta, deixando, por fim, um desejo.

«Gostava de continuar convosco a meu lado, agora num palco diferente. Mas com uma certeza, onde quer que seja. Sempre Porto», conclui.

Por seu turno, o FC Porto também deixou um vídeo de despedida a Vitinha, com alguns momentos do jogador em campo.

Relacionados

Patrocinados