Sérgio Oliveira e Diogo Leite com futuro em aberto

2 jul, 13:18
«Segundo lugar? O nosso lugar é o primeiro e mais tarde ou mais cedo vamos lá chegar. Oito jogos seguidos a ganhar não nos dizem nada, nesta casa estamos habituados a ganhar», Sérgio Oliveira, 3 de janeiro de 2021.

Médio e central não se apresentaram no regresso aos trabalhos e têm autorização da SAD para procurarem novo clube

Sérgio Oliveira e Diogo Leite foram as ausências mais notadas no regresso do FC Porto ao trabalho e têm o futuro em aberto.

O médio e o defesa-central não se apresentaram no Olival na sexta-feira, ao contrário do restante plantel, e, segundo o Maisfutebol apurou, ambos têm autorização da administração da SAD para não integrarem os trabalhos e procurarem novo clube.

Esta ausência do primeiro treino e dos exames médicos que o antecederam não decorre de uma exclusão ditada por Sérgio Conceição, mas sim de uma questão relacionada com a gestão de ativos e com a busca de uma solução no mercado para ambos os jogadores.

Sérgio Oliveira esteve emprestado à Roma na última meia época, porém, apesar dos três golos e uma assistência em 22 jogos, a equipa de José Mourinho não acionou a cláusula de compra no valor de 13,5 milhões de euros.

O médio internacional português de 30 anos é agora alvo do interesse de clubes turcos, com o Galatasaray e o Fenerbahçe, de Jorge Jesus, à cabeça. O dossier da saída de um dos jogadores com um dos salários mais elevados do plantel está nas mãos do empresário Jorge Mendes.

Em situação semelhante está Diogo Leite, que esteve cedido toda a época ao Sp. Braga [tendo participado em 34 jogos], porém, os minhotos também não exerceram a cláusula de compra no valor de 12 milhões de euros. Sem espaço nas opções, apesar de o FC Porto procurar reforços para o eixo da defesa, o central de 23 anos também espera definição.

De referir que Sérgio Oliveira e Diogo Leite têm contrato com o FC Porto até 2025 e 2024, respetivamente.

Recorde-se que até ao momento os campeões nacionais ainda não anunciaram qualquer contratação e têm quatro saídas confirmadas: Fábio Vieira, Vitinha, Rúben Semedo e Mbemba.

Relacionados

Patrocinados