Sérgio Oliveira despede-se do tio: «Levou-me ao primeiro treino no FC Porto»

28 set, 16:43
Sérgio Oliveira com o tio Agostinho

Mensagem bonita e de homenagem do futebolista do Galatasaray a Agostinho, tio que também o ensinou a conduzir e com quem ia às Antas e ao Dragão

«Hoje é um dia triste. O meu tio faleceu. E é tempo de dizer adeus. Publico aqui, porque o meu tio merece que todos saibam que ele foi crucial e um dos pilares da minha vida profissional e pessoal.»

Foi desta forma que o futebolista português Sérgio Oliveira, ex-FC Porto e atualmente nos turcos do Galatasaray, partilhou esta quinta-feira a notícia de que o seu tio, Agostinho, faleceu. Um tio que era muito mais do que isso para o médio português.

Foi com este familiar que Sérgio Oliveira foi ao seu primeiro treino no FC Porto, mas também a inúmeros jogos nas Antas e no Dragão, algo que o futebolista destacou na bonita e emocionante mensagem partilhada através das redes sociais.

«Ensinou-me a conduzir, levou-me ao meu primeiro treino no FC Porto (com uma multa de estacionamento incluída). Eu lembro-me que ele me fez uma promessa desde os meus nove anos, de ficar com barba até à minha estreia pela equipa principal do FC Porto. Ele levou-me a todos os jogos do FC Porto nas Antas e no Dragão, todas as sextas-feiras íamos jantar. Tantas tardes na oficina de carros dele», prosseguiu Sérgio.

«Ele seguiu-me, tal como o meu pai, para todo o lado no mundo, literalmente. Ele nunca me perguntou por nada, apenas me deu. Não tive tempo suficiente para dar-lhe dez por cento do que ele me deu. Ele tinha sempre um sorriso na cara, sempre uma mente positiva, a palavra certa para quem ele amava. Que pessoa que ele era. Que família orgulhosa é a nossa por tê-lo nas nossas vidas. Eu podia escrever milhares de palavras, que não seriam suficientes para expressar o meu amor por ti. Obrigado, Agostinho. Descansa em paz», concluiu.

Relacionados

Patrocinados