Pepe: «Se o FC Porto precisar de mim, continuo a jogar sem contrato»

22 jun, 11:19
Camisolas do FC Porto 2022/23

Defesa-central faz 40 anos em fevereiro de 2023 e atual vínculo com os dragões termina no próximo verão

Pepe mantém uma mentalidade competitiva impressionante e, aos 39 anos, continua a ser uma figura de peso no FC Porto e na seleção de Portugal. O defesa-central não pensa no final da carreira e promete continuar a jogar ao mais alto nível, enquanto o corpo não apresentar sinais de cansaço.

«Enquanto tiver forças e sentir que estou a competir de igual para igual, vou continuar a dar o meu melhor, tanto em prol do meu clube, como da minha seleção», diz o jogador.

O luso-brasileiro faz 40 anos em fevereiro de 2023 e o atual vínculo com os dragões termina no próximo verão. Mesmo assim, Pepe quer continuar, nem que seja sem contrato: «Se estiver num nível bom para o clube…Costumo dizer que é dia a dia. Se estiver bem fisicamente e mantiver a mesma pujança, estou à disposição do clube para o que o presidente quiser. Se o contrato acabar e precisarem de mim, continuo a jogar sem contrato.»

Ora por isso mesmo, o defesa-central garante que ainda não equaciona o passo seguinte. «Se pensasse em ser treinador, não estaria 100 por cento focado em ser jogador. Enquanto estiver a jogar quero dedicar-me ao máximo e manter o respeito que tenho pela minha profissão», explica.

Em entrevista à revista Dragões, internacional português falou ainda sobre as críticas que lhe são dirigidas constantemente: «Eles podem continuar a falar, porque eu vou continuar a defender o meu clube com unhas e dentes. Faz parte desse espírito ganhar que tenho, de ser extremamente competitivo. Se tiver que ir lá para dentro só com uma perna, vou lá para dentro só com uma perna para defender o meu clube.»

De resto, Pepe não poupou elogios a Sérgio Conceição, treinador do FC Porto. «Não há palavras para descrever o nosso mister. Ele consegue fazer coisas extraordinárias. Digo isto com muita pena, mas as pessoas aqui em Portugal só lhe vão dar valor quando ele sair de cá. Quando isso acontecer, vamos sentir todos muita falta dele e do que ele dá ao nosso campeonato», considera.

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Seleção

Mais Seleção

Patrocinados