«Para o Taremi, que está farto de ser massacrado, interessa falar de futebol»

Vítor Maia , Olival, Vila Nova de Gaia
29 set, 19:45

Entre rasgados elogios, o treinador do FC Porto recordou o comentário que teve quando viu o iraniano jogar ao serviço do Rio Ave: «Tive a sensação que estava muito acima dos outros.»

Mehdi Taremi não ficou indiferente à morte de Mahsa Amini e aos protestos que ocorrem no Irão e marcou uma posição através de uma publicação nas redes sociais. Sérgio Conceição foi questionado acerca do estado de espírito do avançado e deixou-lhe elogios, recordando a passagem do jogador pelo Rio Ave.

«Lembro de jogarmos contra o Rio Ave há uns anos quando o Taremi estava lá. Quando analisámos o Rio Ave, tive a sensação de que o Taremi estava muito acima dos outros em termos de inteligência. Digo-o publicamente porque a minha equipa técnica sabe que foi esse o comentário que tive na altura. Não sendo muito rápido, é muito inteligente na forma como explora as costas da linha defensiva contrária em movimentos curtos, é muito inteligente. E na vida ele também é assim. Tem um carácter fantástico, é um grande profissional e um ser humano fabuloso. Não altera o seu estado de espírito por isto ou por aquilo. Para ele, que está farto de ser massacrado, o que importa é falar de futebol. Estou sempre disponível para falar de futebol e falarei sempre mesmo em momentos menos bons da equipa. Falar do Taremi, do Pepe ou de temas como o Rafa, a mim não me interessa», referiu, em conferência de imprensa na véspera da receção ao Sp. Braga, da oitava jornada da Liga, agendado para as 21h15 desta sexta-feira.

Taremi soma sete golos e duas assistências em nove jogos pelo FC Porto em 2022/23.

Relacionados

Patrocinados