Conceição: «Nunca tive ninguém acima do Pepe»

25 abr 2023, 12:30

Treinador do FC Porto volta a dizer que o central é o melhor profissional que já treinou, pela «dedicação» e «atitude competitiva» e dá exemplo do treino desta manhã

O treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, referiu esta terça-feira que «nunca» teve ninguém «acima» de Pepe quanto aos melhores profissionais com quem já trabalhou na carreira.

«Já tive oportunidade de dizer: se olharmos para a dedicação, atitude competitiva, sim. É o melhor. Tive outros no mesmo patamar, mas nunca tive ninguém acima do Pepe», referiu Conceição, em conferência de imprensa de antevisão ao jogo da primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal, ante o Famalicão (quarta-feira, 20h30).

O técnico dos azuis e brancos deu ainda o exemplo do que aconteceu no treino desta manhã no Olival para ilustrar o que é o profissionalismo e a atitude do central de 40 anos.

«Hoje quis que o Pepe visse o treino, mas que descansasse, porque já estava há meia hora no ginásio a preparar-se para o treino. A minha vontade era que fosse para o treino, mas em termos fisiológicos - e tendo no Eduardo uma pessoa muito competente – achámos que era melhor esse tipo de gestão. Não só com ele, com mais um ou outro. Dou o exemplo do Evanilson, que tem tido alguns problemas para estar a 100 por cento e é preciso algum cuidado. A vontade dos jogadores é sempre ir lá para dentro, principalmente o Pepe, pelo que é como profissional e como homem», destacou.

Sobre se falou com Pepe a propósito da questão da renovação, Conceição não foi tão direto, mas referiu que fala com o internacional português diariamente sobre a realidade da equipa e do que vai sucedendo ao longo da época.

«Eu converso muito com os meus jogadores, umas vezes de forma simpática, outras nem tanto, mas converso. Com o nosso capitão a conversa é diária, às vezes até nos dias de folga, mas não tem sido necessário, porque estamos todos os dias aqui. Conversamos sobre o jogo, o momento da equipa, os jogadores, coletivamente se estamos a fazer bem ou não», apontou.

«Importante é o Pepe estar bem e em forma e, com 40 anos, ser o atleta que é. Depois, fico contente que a equipa técnica tenha contribuído nestes anos para que esteja a um nível altíssimo no seu desempenho, a fazer a quantidade de jogos que faz. Tem a ver com os preparadores físicos, com o fisiologista, o departmento médico, tentamos ao máximo dar tudo para que os atletas estejam no máximo», concluiu.

Relacionados

Patrocinados