FC Porto reage à morte de adepto: «Não pode deixar de ser lamentada»

9 mai, 21:24

Igor Silva tinha 26 anos e faleceu na madrugada de domingo

O FC Porto lamentou, esta segunda-feira, a morte de um adepto do clube na sequência do título nacional de futebol conquistado no sábado, com a vitória por 1-0 ante o Benfica, no Estádio da Luz, na 33.ª jornada da I Liga.

«A morte de um adepto, durante as celebrações da conquista do título nacional de futebol, não pode deixar de ser lamentada independentemente das circunstâncias que venham a ser apuradas. À família da vítima, o FC Porto endereça sentidos pêsames», refere o FC Porto, em comunicado.

A vítima mortal, Igor Silva, de 26 anos, foi transportada ainda com vida para o Hospital de São João, mas acabou por não resistir aos ferimentos provocados por um ataque com uma arma branca. Houve ainda um ferido grave, uma mulher de 28 anos, que também foi internada na mesma unidade hospitalar.

«Pelas 02h40, na Alameda das Antas, durante os festejos e em local de grande aglomeração de pessoas, os polícias que integravam o dispositivo de policiamento foram informados que tinha ocorrido uma desordem no local indicado, pelo que imediatamente se deslocaram para o mesmo. Chegados ao local, os policias encontraram um cidadão e uma cidadã, ambos deitados no chão e ensanguentados, a quem foram prestados os primeiros socorros, tendo sido acionados os competentes serviços de socorro médico, integrados no policiamento», explicou a PSP, em nota de imprensa.

Igor Silva tinha sido jogador de futebol. Era ponta-de-lança e representou o FC Infesta na época passada.

Relacionados

Patrocinados