Sobe para 40 o número de mortos na explosão do hotel Saratoga em Cuba

Agência Lusa
10 mai, 17:22

Estima-se ainda que três trabalhadores estejam perdidos nos escombros. Os novos dados indicam que 94 pessoas ficaram feridas, com 18 a precisar de cuidados hospitalares

O número de mortos na explosão do hotel Saratoga em Havana subiu para 40, enquanto três pessoas estão desaparecidas e mais de 90 ficaram feridas, segundo um novo balanço do Ministério da Saúde Pública de Cuba (Minsap).

Conseguimos ir da cave à subcave nas operações de resgate e salvamento e continuam os trabalhos”, afirmou a primeira secretária do Partido Comunista de Cuba, citada pela emissora local Radio Rebelde.

Entretanto, o chefe do Corpo de Bombeiros cubano, o coronel Luis Guzmán, indicou que pelo menos três trabalhadores do hotel estão ainda desaparecidos.

A busca centra-se nas áreas da cozinha e da sala de jantar em condições de alto risco, em que os socorristas e bombeiros também estão a ser protegidos”, apontou Guzmán, de acordo com a Agência Cubana de Notícias.

As esperanças de encontrar sobreviventes entre os escombros diluem-se com o passar das horas, embora as autoridades tenham reiterado que não vão parar a busca até encontrarem os desaparecidos.

Os últimos números do Minsap colocam em 40 o número de mortos provocados pela explosão de sexta-feira, com idades entre os 10 e os 77 anos e a maioria cubanos, exceto uma jovem turista espanhola.

O número de feridos é de 94, com 18 ainda hospitalizados.

O governo reiterou que o incidente foi causado por uma fuga de gás quando um camião-cisterna de gás liquefeito estava a reabastecer um tanque do hotel. Outros 17 edifícios adjacentes foram atingidos pela onda de choque da explosão e nos próximos dias vai ser feita uma avaliação técnica em três quarteirões e no próprio hotel, para analisar se podem ser recuperados ou devem ser demolidos. 

O hotel não estava operacional no momento da explosão, mas 51 trabalhadores estavam a trabalhar para preparar a reabertura, agendada para quarta-feira.

O Saratoga foi construído em 1880 e tem funcionado como hotel desde 1911.

O alojamento de luxo de cinco estrelas situa-se na icónica avenida Paseo del Prado, no centro histórico da capital cubana, a zona mais visitada pelos turistas que chegam à ilha.

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Mundo

Mais Mundo

Patrocinados