Ford está a enviar automóveis sem todas as peças devido à falta de chips

CNN , Chris Isidore
27 mar, 12:00
Ford Explorer. David Zalubowski/AP

A indústria automóvel tem um ditado: não se pode construir um carro com 99% das peças. Mas a escassez de chips está a provar o contrário.

A Ford começará a expedir a sua gama de modelos Explorer sem todos os chips, de forma a contornar o problema que provocou o stock limitado de veículos disponíveis para venda nos concessionários.

A fabricante de automóveis revelou recentemente que iria construir Explorers sem controlos para o ar condicionado e para o aquecimento dos assentos traseiros. O condutor e passageiro dianteiro ainda conseguirão ajustar os controlos climáticos para os passageiros do banco de trás, mas estes não poderão alterar a temperatura por si próprios.

“Estamos a fazer isto de modo a que os nossos clientes tenham os seus veículos o mais depressa possível”, disse o porta-voz da Ford, Said Deep.

Mencionou ainda que, devido à escassez de chips, a Ford já tinha oferecido aos compradores da sua pickup F-150 uma escolha: prescindir da funcionalidade de poupança de combustível “start-stop”, sendo assim compensados com um crédito de 50 dólares, ou poderiam esperar que o veículo fosse construído com a funcionalidade. O sistema start-stop desliga automaticamente o motor quando o veículo está completamente parado, e reinicia-o quando o condutor tira o pé do travão.

A opção start-stop só está disponível no momento em que um F-150 é construído, e não pode ser adicionado depois disso. No entanto, quanto à funcionalidade do controlo climático nos assentos traseiros, Deep afirmou que a Ford poderá instalá-la assim que os chips estiverem disponíveis. Será incluída nos concessionários sem qualquer custo adicional para os proprietários.

Todos os fabricantes de automóveis foram obrigados a encerrar temporariamente a produção em algumas das suas fábricas durante o último ano e meio devido à falta de chips e, em alguns casos, de outras peças. A diminuição dos inventários de veículos novos para venda fez subir os preços dos automóveis a valores recorde, um fator importante na taxa de inflação mais elevada da América em quase 40 anos.

A Ford não é a única fabricante de automóveis a ter de expedir veículos sem todas as funcionalidades que foram concebidos para incluir.

No ano passado, a General Motors foi obrigada a deixar de oferecer várias funcionalidades temporariamente, incluindo um módulo de gestão de combustível desenhado para melhorar a quilometragem nas pickups Chevrolet Silverado e GMC Sierra. A GM também deixou de oferecer a função start-stop em algumas das suas pick-ups de serviço pesado.

Adicionalmente, a General Motors teve de excluir algumas funcionalidades de conforto, tais como o controlo de aquecimento dos bancos, o apoio lombar ajustável no Cadillac XT4, bem como funcionalidades de assistência ao estacionamento.

Contudo, a fabricante de automóveis espera poder oferecer também reequipamentos gratuitos para essas funcionalidades assim que os chips estiverem disponíveis.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Automóvel

Mais Automóvel

Na SELFIE

Patrocinados